Cuiabá - MT | Sexta-Feira, 22 de Outubro de 2021

Avalone quer qualificação de 100 mil trabalhadores para atuar nas obras da ferrovia em MT

Avalone quer qualificação de 100 mil trabalhadores para atuar nas obras da ferrovia em MT

A iminente chegada dos trilhos da Ferronorte a Cuiabá, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde já começa a gerar seus primeiros impactos positivos. A Assembleia Legislativa deverá aumentar a meta dos valores previstos na LDO 2022 (Lei de Diretrizes Orçamentárias) destinado à qualificação profissional.

deputado Carlos Avalone (PSDB) anunciou que vai apresentar na próxima semana uma emenda com essa meta de elevação de 10 mil para 100 mil trabalhadores qualificados para poderem preencher as vagas a serem geradas pela chegada da ferrovia nas três cidades.

“Serão gerados 100 mil empregos diretos com a implantação desse novo trecho da Ferronorte. Porém, sem uma ação eficiente de qualificação, as cerca de 400 mil pessoas que vivem atualmente abaixo da linha de pobreza em Mato Grosso não conseguirão preencher essas vagas”, frisou Avalone.

Os deputados vão tentar transferir a responsabilidade pela tarefa, porém, da Setasc, que detém os programas de qualificação profissional, para a Secitec, por julgarem ter mais mobilidade para tratar do tema.