Cuiabá - MT | Domingo, 13 de Junho de 2021

Renato revela oferta do Atlético-MG e detalha negociação com o Santos: “Conversas muito boas”

Renato revela oferta do Atlético-MG e detalha negociação com o Santos: “Conversas muito boas”

Renato Portaluppi no comando do Grêmio contra o Pelotas, pelo Gauchão — Foto: Lucas Bubols/ge.globo

O técnico Renato Gaúcho revelou em entrevista ao programa “Bem, Amigos!”, do SporTV, na última segunda-feira, as propostas que teve recentemente. O treinador disse que recebeu convites do exterior, do Atlético-MG em março antes de renovar com o Grêmio e mais recentemente do Santos.

– Tive propostas de Cingapura e Dubai, que eram valores muito altos, altíssimos. Tive proposta mais recentemente, antes de renovar meu contrato, do Atlético-MG, e na semana passada do Santos – afirmou o técnico, que deixou o Grêmio em 15 de abril após a eliminação na fase prévia da Libertadores.

Renato na passagem pelo Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renato na passagem pelo Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renato ainda deu detalhes das negociações com o Santos. Segundo o técnico, o presidente do Peixe, Andres Rueda, gostaria de esperar o período de descanso do treinador para poder contar com ele no início do Brasileirão. O clube, porém, fechou com Fernando Diniz, apresentado na segunda-feira.

– Tive algumas conversas muito boas com o presidente do Santos. Ele tem ideias maravilhosas. Mas coloquei para ele que no momento, por isso saí do Grêmio também, queria descansar um pouco, curtir minha família e amigos. Não adiantava ter saído do Grêmio e pegar outro trabalho porque precisava de descanso. Estou descansando e é aquilo que falei: daqui a pouco vou voltar.

– O presidente do Santos inclusive falou: “Se você der a palavra, eu espero mais um mês, até começar o Brasileiro”. Eu disse: “Olha, presidente, sou homem de palavra, mas no momento, fico agradecido com o convite, é um grande clube, tem uma grande torcida, mas preciso descansar. O senhor vai esperar um mês e não sei o que vai acontecer nos próximos 30 dias. Chega na hora e não posso cumprir minha palavra, e sou homem de palavra. Melhor deixar assim, e você se adianta com outro treinador. Quem sabe no futuro a gente possa conversar novamente” – contou Renato Gaúcho. (Globo Esporte)