Cuiabá - MT | Domingo, 13 de Junho de 2021

Com dois gols de Luan, Corinthians vence Huancayo e respira na Sul-Americana

Com dois gols de Luan, Corinthians vence Huancayo e respira na Sul-Americana

Gol de Luan em Sport Huancayo x Corinthians (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

Depois de dois tropeços nas duas primeiras rodadas, o Corinthians venceu o Sport Huancayo por 3 a 0 na noite desta quinta-feira, em Lima, Peru, e ganhou um respiro na briga por vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Com dois gols de Luan e um de Cauê, o Timão venceu a primeira no torneio, mas ainda vê o Peñarol a cinco pontos de distância – os uruguaios venceram o River Plate-PAR também nesta quinta.

Mais do que a sobrevivência na Sul-Americana, porém, a vitória mostra a consolidação de uma formação encontrada pelo técnico Vagner Mancini: com três zagueiros, Fagner e Lucas Piton quase como armadores, Luan solto e o garoto Cauê no comando do ataque. Uma semana de esperança após as atuações contra o São Paulo e agora o rival peruano.

O Rei da América volta?

Com três gols nos últimos dois jogos, Luan vem ganhando confiança e, enfim, mostrando um pouco daquilo que fazia em seus melhores momentos pelo Grêmio – criação de jogadas, assistências para finalizações, gols e segurança para tentar fazer a diferença. O camisa 7 fez um gol contra o São Paulo e dois contra o Sport Huancayo – um deles golaço, tal qual já havia feito no clássico. Melhor para o Timão, que ganha um belo “reforço” dentro do próprio elenco.

Luan finaliza para fazer primeiro do Corinthians contra o Huancayo

Luan finaliza para fazer primeiro do Corinthians contra o Huancayo (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

Primeiro tempo

Com a mesma escalação que começou o clássico de domingo passado contra o São Paulo, o Corinthians mostrou evolução e dominou o fraco Sport Huancayo. Com três zagueiros, Fagner e Lucas Piton atuaram quase como armadores pelos lados, enquanto Luan, novamente, teve liberdade para se movimentar entre meio-campo e ataque, na faixa em que se sente melhor. Logo aos cinco minutos, um gol ajudou a aumentar a confiança do camisa 7 – ele aproveitou cobrança de falta de Fagner e desvio de Jemerson para finalizar com perfeição. Luan, aliás, apareceu na área, buscou aproximações e ajudou até com desarmes.

O segundo gol saiu naturalmente, após outra boa jogada – Piton recebeu de Otero pela esquerda e rolou para Cauê, sozinho, marcar. Cheio de confiança, o Timão deu poucas chances ao rival peruano – o brasileiro Liliu, principal nome do Huancayo, só apareceu em uma finalização no início. O placar poderia ter sido mais elástico se o árbitro tivesse marcado pênalti claro de Valverde em João Victor, aos 10 minutos.

Cauê fez o segundo gol como profissional pelo Corinthians

Cauê fez o segundo gol como profissional pelo Corinthians (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

Segundo tempo

O Corinthians seguiu no comando do jogo, mesmo esperando um pouco mais o Sport Huancayo tomar a iniciativa. Em velocidade, Luan deixou Otero na cara do gol, mas o venezuelano perdeu na cara do goleiro. Ramiro também tentou chute de fora da área, e o goleiro Pinto defendeu. Com muito volume e sem correr riscos, o Timão foi diminuindo a marcha aos poucos, apenas administrando a partida.

Mesmo assim conseguiu mais um gol, novamente com Luan, em finalização no ângulo após passe de letra de Gabriel. Com o jogo definido, Mancini rodou o elenco e lançou antigos titulares, casos dos experientes Gil, Fábio Santos e Jô. Que parecem ter mesmo virado reservas de luxo.

Luan abre sorriso após golaço do Corinthians contra o Sport Huancayo

Luan abre sorriso após golaço do Corinthians contra o Sport Huancayo (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

Como fica?

A vitória leva o Corinthians aos quatro pontos, agora na vice-liderança do Grupo E. O Peñarol, porém, já tem nove e continua 100% – apenas o líder de cada chave avança às oitavas de final. (Globo Esporte)