Cuiabá - MT | Sexta-Feira, 07 de Maio de 2021

Santos reage, goleia The Strongest e respira por classificação na Libertadores

Santos reage, goleia The Strongest e respira por classificação na Libertadores

Santos goleou o The Strongest por 5 a 0 na noite desta terça-feira, na Vila Belmiro, venceu a primeira na fase de grupos da Libertadores e ganhou um respiro na luta pela classificação às oitavas de final – bastante comprometida após duas derrotas nos dois primeiros jogos. Os gols de Marinho, Gabriel Pirani, Vinícius Balieiro, Lucas Braga e Kevin Malthus coroaram uma atuação sem sustos, com muita criação no ataque e pouco risco na defesa. Diante do rival mais fraco do Grupo C, o Peixe fez o que devia ser feito: ganhou confiança e construiu saldo de gols, critério que pode ser fundamental na briga com Barcelona, do Equador, e Boca Juniors. E o melhor: “atendeu” ao pedido de um torcedor que formou uma frase de apelo com sal grosso na porta da Vila Belmiro. “Reage, Santos”, pediu ele. O Peixe vinha de cinco jogos sem vitórias e com apenas um gol marcado no período.

Como fica?

O Santos soma seus três primeiros pontos no Grupo C da Libertadores, ainda em terceiro lugar. Boca Juniors e Barcelona, com seis, têm confronto direto nesta terça pela liderança da chave.

O Rei da América voltou

Sem marcar há quase um mês, Marinho teve ótima atuação nesta terça: quebrou seu jejum pessoal logo no primeiro minuto, lutou muito e fez uma jogadaça no lance do quarto gol, aplicando uma meia-lua no marcador boliviano (lembrando o clássico drible de Zinedine Zidane), arrancando pelo meio e encontrando Lucas Braga livre para marcar. O Rei da América não fazia gol desde o jogo contra o San Lorenzo, na fase anterior da Libertadores, e vinha oscilando. Foi o melhor em campo.

Gol de Marinho em Santos x The Strongest

Gol de Marinho em Santos x The Strongest (Foto: Staff Images/Conmebol)

Primeiro tempo

Contra um adversário muito mais fraco, o Santos fez o que deve ser feito: imposição desde o início, muitas chances criadas, pouco perigo na defesa e, principalmente, gols. Um deles logo no primeiro minuto, com Marinho aproveitando bola cruzada de Gabriel Pirani e finalizando sem problemas. Depois foi a vez de Jean Mota, agora mais recuado como segundo volante, buscar um lançamento a Felipe Jonatan que terminou em gol de Pirani. O terceiro saiu no fim, em bola recuperada no meio-campo que Vinícius Balieiro carregou até a área e chutou com perfeição. O resultado foi construído naturalmente, mas o Santos poderia ter feito até mais: em muitos momentos, o time se fechou em duas linhas de quatro, com Pirani e Marcos Leonardo avançados, e esperou o The Strongest – que em momento algum ofereceu perigo.

Gol de Vinícius Balieiro foi o terceiro do Santos

Gol de Vinícius Balieiro foi o terceiro do Santos (Foto: Staff Images/Conmebol)

Segundo tempo

Com Madson e Kaio Jorge nas vagas de Pará e Marcos Leonardo, o Santos não baixou o ritmo e continuou em busca de gols. Após linda jogada de Marinho, com direito a drible estilo Zidane, Lucas Braga recebeu na esquerda, cortou e bateu para fazer o quarto gol. Depois, sim, o Peixe diminuiu a rotação e esperou o tempo passar – até com alguns erros na saída de bola que ocasionaram chances do The Strongest. Os bolivianos acertaram a trave duas vezes, com Castillo e Pastor, mas acabaram levando o quinto gol na reta final. O garoto Kevin Malthus, que havia acabado de entrar, acertou chute de longe e marcou pela primeira vez como profissional no Santos.

Gol de Lucas Braga em Santos x The Strongest

Gol de Lucas Braga em Santos x The Strongest (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

O sal grosso

Antes do jogo, um torcedor formou a frase “Sai zica, reage Santos” na porta do vestiário da Vila Belmiro, com sal grosso. E deu sorte…

Frase no asfalto perto da Vila Belmiro antes de Santos x The Strongest

Frase no asfalto perto da Vila Belmiro antes de Santos x The Strongest (Foto: Gabriel dos Santos)

Atuações do Santos

Santos goleou The Strongest com facilidade

Santos goleou The Strongest com facilidade (Foto: Staff Images/Conmebol)

O que vem por aí?

Antes de voltar à Libertadores, o Santos decide sua vida no Campeonato Paulista nos próximos dois jogos: tem clássico com o Palmeiras já na quinta-feira, às 21h (de Brasília), no Allianz Parque, e no domingo recebe o São Bento, na Vila Belmiro, em horário a definir. Pela competição sul-americana, o Peixe recebe o Boca Juniors na próxima terça, às 19h15, também na Vila, pela quarta rodada da fase de grupos. (Globo Esporte)