Cuiabá - MT | Sexta-Feira, 07 de Maio de 2021

Golaço aos 49 coloca Inter com um pé nas quartas de final e rebaixa o São Caetano

Golaço aos 49 coloca Inter com um pé nas quartas de final e rebaixa o São Caetano

Lance de Inter x São Caetano (Foto: Italo Gabriel / Inter de Limeira)

Um golaço aos 49 minutos do segundo tempo fez Inter de Limeira e São Caetano experimentarem sensações opostas na noite desta segunda-feira, no Major Levy Sobrinho, pela rodada 10 da primeira fase do Paulistão. Quando o chute de Rafael Santos acertou o ângulo de Luiz, o Leão conheceu a quarta vitória consecutiva por 1 a 0 e praticamente garantiu a classificação às quartas de final, enquanto o São Caetano amargou o rebaixamento para a Série A2 um anos depois de voltar à elite.

QUASE LÁ

O resultado levou a Inter de Limeira aos 15 pontos. Se o Botafogo-SP não ganhar do São Bento ainda na noite desta segunda, o Leão fica com a segunda vaga do Grupo A para enfrentar o Corinthians nas quartas de final.

Jogadores da Inter comemoram o gol contra o São Caetano

Jogadores da Inter comemoram o gol contra o São Caetano (Foto: Ítalo Gabriel/ Divulgação Inter de Limeira)

NADA AZUL!

A oitava derrota em 11 jogos deixou o São Caetano sem nenhuma chance de escapar da queda. Com apenas três pontos – frutos de três empates, o time chega no máximo a seis – a primeira equipe fora da degola tem sete.

NA AGENDA

A Inter volta a campo na quinta-feira, quando enfrenta o São Bento, às 20h, fora de casa. Depois, fecha a primeira fase contra o Guarani, em Limeira. Já o São Caetano tem apenas mais um compromisso pela frente, diante da Ferroviária, no próximo domingo, no Anacleto Campanella.

PRIMEIRO TEMPO

Foi um primeiro tempo morno. A Inter tentou tomar mais a iniciativa, teve controle das ações, mas pouco ameaçou. O primeiro chute a gol aconteceu apenas aos 39 minutos, em jogada individual de Felipe Saraiva. O São Caetano descia na base da vontade, mas esbarrava nas próprias limitações técnicas quando se aproximava da área, sem levar perigo a Jefferson Paulino.

SEGUNDO TEMPO

Os principais lances aconteceram depois do intervalo. O São Caetano teve a primeira chance, com Guilherme Pira, cara a cara com Jefferson Paulino, mas o goleiro da Inter e o travessão impediram o gol. A necessidade fazia o São Caetano se lançar ao ataque conforme o tempo ia passando. O jogo ficou aberto, e a Inter desperdiçou duas oportunidades incríveis, com Bruno Xavier e Pedro do Rio. O gol acabou saindo num lance bem mais difícil. Rafael Santos pegou sobra na entrada da área após cobrança de falta, ajeitou no peito e soltou a bomba sem deixar a bola pingar, mandando no ângulo de Luiz, aos 49 minutos. O gol da festa do Inter – e do drama do Azulão. (Globo Esporte)