Expediente | Quem Somos         
   Quinta-Feira, 04 de Marco de 2021   

CUIABANO NEWS
Home Política Economia & Agro Cotidiano & Polícia Esportes Variedades Opinião & Artigos Vida & Estilo MT
Inserido em: 22/02/2021  16:09:37


Força Tática chega no exato momento em que ex-sargento mata jovem



2bc97568eb933aa78dab6724b94e019f.jpg

O sargento aposentado da Polícia Militar Márcio Cardoso da Silva foi preso em flagrante pela equipe policial da Força Tática, enquanto executava Wheric Lino de Barros, 30 anos, com vários tiros.

O fato aconteceu no famoso “Zero KM”, no bairro Jardim Potiguar, em agosto do ano passado, em uma casa noturna, em Várzea Grande.

Imagens do sistema de segurança de um comércio no local onde o sargento disparou alguns tiros contra a vítima, registraram todo o caso.

Os dois envolvidos no crime, se estranharam na frente do estabelecimento, Wheric é visto saindo e em seguida retorna para a boate, quando o ex-militar (aparentemente embriagado) que aparece com uma lata de cerveja na mão, short e boné, é empurrado pelo rapaz que seria morto minutos depois.
As imagens mostram o momento em que Márcio se dirige ao carro como se fosse embora, mas nem chega a entrar no carro, pega uma pistola e volta a porta da casa noturna disparando 4 tiros contra o jovem.

No momento ainda em que atirava, o ex sargento não contava com o oportunismo e rapidez da Força Tática, que no instante em que ocorria o assassinato virava a esquina da rua. Márcio correu até o carro para tentar fugir, mas a equipe policial chegou antes mesmo dele conseguir entrar no veículo e interceptou o criminoso, com um tiro (necessário) no joelho para impedir que o homem fugisse.
Os policiais com o flagrante conduziram o autor do crime a delegacia para tomar as devidas providências, Wheric não teve a mesma sorte e morreu na hora.

Situação judicial do ex militar:
O juiz da 1ª Vara Criminal de Várzea Grande, Murilo Moura Mesquita, julgou o caso e sentenciou que Márcio fosse internado em uma instituição psiquiátrica, a decisão foi tomada na última semana.
O magistrado atendeu a uma recomendação do Ministério Público de Mato Grosso (MPMT) que defendeu pela substituição da prisão preventiva pela medida de “tratamento multidisciplinar para saúde mental, em regime de internação psiquiátrica”, já que os laudos periciais apontaram uma insanidade mental do julgado.
O sargento aposentado ainda teve seu porte de arma suspenso temporariamente.

 

 

+A -A
izmir escort izmir escort izmir escort izmir escort denizli escort antalya escort antalya escort antalya escort antalya escort ankara escort izmir escort izmir escort
scroll to top