Expediente | Quem Somos         
   Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020   

CUIABANO NEWS
Home Política Economia & Agro Cotidiano & Polícia Esportes Variedades Opinião & Artigos Vida & Estilo MT
Inserido em: 15/09/2020  22:20:04


Na volta da Libertadores, Santos fica no zero com Olimpia e mantém liderança



santos.jpg

Marinho foi "caçado" pelo Olimpia (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli/Pool)

O Santos não saiu do empate em 0 a 0 com o Olimpia, nesta terça-feira, na Vila Belmiro, na volta da Copa Libertadores, em jogo que serviu apenas para a equipe do técnico Cuca se manter na liderança do Grupo G do torneio sul-americano. O duelo foi fraco, com muita marcação e poucas chances de gol. Na melhor delas, Soteldo acertou a trave no primeiro tempo.

Nem a expulsão de Rojas, na metade da segunda etapa, melhorou o panorama do Santos, que encontrou pela frente um time bem diferente dos rivais do Brasileirão. Nada de Flamengo, Vasco, Atlético-MG ou São Paulo, times que deixam jogar e contra os quais o Peixe protagonizou bons jogos. A Libertadores, o Santos sabe, é bem diferente.

Como fica?

O empate leva o Santos aos sete pontos e o Olimpia aos cinco, ainda nas duas primeiras posições do Grupo G. Defensa y Justicia e Delfín, os outros times da chave, têm confronto direto marcado para esta quinta-feira.

Marinho: o alvo

Artilheiro do Santos no Brasileirão e vivendo ótima fase, Marinho foi muito bem marcado pelo Olimpia, que congestionou o lado direito do ataque santista e deixou o atacante praticamente sem espaços. Aos poucos, foi se irritando, até conseguiu a expulsão de Rojas numa falta sofrida, mas levou cartão amarelo no fim. Claramente incomodado, não fez seu melhor jogo.

Primeiro tempo

Segundo tempo

Marinho continuou apagado e sofrendo muitas faltas, inclusive causando a expulsão de Rodrigo Rojas numa delas. De novo, Soteldo foi a válvula de escape, fazendo uma ou outra boa jogada pelo lado esquerdo. Numa delas, Sánchez recebeu o cruzamento do venezuelano na segunda trave, tocou de cabeça para trás, mas Raniel não chegou na bola, perdendo ótima chance. Quando teve um a mais, o Santos não conseguiu aproveitar a vantagem nem depois das entradas de Marcos Leonardo, Lucas Lourenço, Madson e Jean Mota. O empate foi o mais justo.

Carlos Sánchez cabeceia para trás; Raniel não encontraria a bola...

Carlos Sánchez cabeceia para trás; Raniel não encontraria a bola… (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Próximos jogos

O Santos volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Botafogo, às 18h15 (de Brasília), no Nilton Santos, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Pela Libertadores, o próximo compromisso é no dia 24 (uma quinta-feira), contra o Delfín, no Equador, às 23h. (Globo Esporte)

+A -A
izmir escort izmir escort izmir escort izmir escort denizli escort antalya escort antalya escort antalya escort antalya escort ankara escort izmir escort izmir escort
scroll to top