Expediente | Quem Somos         
   Terca-Feira, 20 de Abril de 2021   

CUIABANO NEWS
Home Política Economia & Agro Cotidiano & Polícia Esportes Variedades Opinião & Artigos Vida & Estilo MT
Inserido em: 26/07/2020  17:00:19


Atlético-MG abre o placar, mas América-MG cresce no segundo tempo e empata



america.jpg

América-MG x Atlético-MG (Foto: Mourão Panda)

Depois de quatro meses, o futebol voltou para América-MG e Atlético-MG. E não houve vencedor no duelo. Os tradicionais rivais ficaram no 1 a 1, neste domingo, no Independência, pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro. Foi um clássico de tempos distintos. O Galo saiu na frente, com Nathan, no primeiro tempo, mas caiu bastante de rendimento na etapa final. O Coelho cresceu, foi superior e buscou a igualdade. Com esse resultado, o Atlético não assegurou vaga nas semifinais. O Coelho já está classificado.

Próxima rodada

Os times agora vão para a rodada final do Mineiro. Na quarta-feira, o Atlético-MG recebe o Patrocinense, às 21h30 (de Brasília), no Mineirão. O América joga contra a URT, no mesmo horário, em Patos de Minas.

Primeiro Tempo

Com um esquema de ultravelocidade nas pontas, e com Fábio Santos mais recuado na linha de zaga, o Atlético-MG de Sampaoli dominou as ações. O América, com padrão de jogo já definido, assustou pouco, com dificuldades de penetração e pela ausência do artilheiro Rodolfo. No Galo, Savarino e Marquinhos conduziam as criações de oportunidades. O primeiro deu muito trabalho à defesa do Coelho. Já o segundo foi responsável pelo cruzamento que deixou Nathan livre para, com categoria, cabecear no canto de Airton e abrir o placar.

América-MG x Atlético-MG

América-MG x Atlético-MG (Foto: Twitter Atlético-MG)

O América só melhorou após a parada técnica, aumentando a posse de bola. Mas faltava criatividade para achar os jogadores livres. Ademir ficou devendo, Alê pouco apareceu e Felipe Augusto foi quem mais tentou achar espaços.

Segundo tempo

O América voltou no ataque. E quase empatou com Zé Ricardo. O volante chutou forte, por cima do gol. O meio-campista tentou outra. Desta vez, o goleiro Rafael fez excelente defesa, salvando Atlético. O Coelho não reduziu o ritmo. Depois, foi a vez de Juninho exigir boa intervenção do goleiro alvinegro. A grande chance do Galo foi com Marrony, que ficou na defesa de Airton. Mas parou por aí. O Atlético parou na etapa final.

Alê; América-MG

Alê; América-MG (Foto: Mourão Panda/Atlético-MG)

Quem balançou as redes foi o América. Em lance de azar de Fábio Santos, que tentou tirar a bola de cabeça, mas ela bateu em Junior Alonso, Vitão pegou a sobra na entrada da área e mandou a bomba: 1 a 1. O América seguiu superior, mas não alcançou a virada.

Caras novas

O torcedor do Atlético viu novos jogadores em campo. O zagueiro paraguaio Junior Alonso e o atacante Marrony foi titulares contra o América. Durante o segundo tempo, entraram os volantes Alan Franco e Léo Sena. O zagueiro Bueno ficou estava no banco de reservas, mas não foi acionado. O atacante Keno ainda não foi regularizado. Todos eles foram contratados pelo clube durante a pandemia do novo coronavírus.

América-MG x Atlético-MG

América-MG x Atlético-MG (Foto: Mourão Panda / América)

Churrasco do Coelhão

Não teve torcida, mas “teve” churrasco na arquibancada do Independência. O mascote do América, o Coelhão, sozinho e usando máscara, simulou um churrasquinho para assistir a partida. Levou churrasqueira, caixa térmica (com água) e bandeira.

Mascote América-MG

Mascote América-MG (Foto: Globo Minas)  (Globo Esporte)

+A -A
izmir escort izmir escort izmir escort izmir escort denizli escort antalya escort antalya escort antalya escort antalya escort ankara escort izmir escort izmir escort
scroll to top