Cuiabá - MT | Quarta-Feira, 12 de Maio de 2021

Saiba quem é o homem preso por lançar fogos de artifício contra o STF

Saiba quem é o homem preso por lançar fogos de artifício contra o STF


source
renan da silva sena
Reprodução

Renan Silva Sena agrediu enfermeiras durante manifestação, em maio.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli , pediu providências sobre as manifestações que terminaram com o lançamento de fogos de artifício contra o prédio da corte, no sábado (13). Um documento foi direcionado à Polícia Federal e ao governo do Distrito Federal.

Leia mais:
Bolsonarista que hostilizou enfermeiras é preso por atirar fogos contra STF
Manifestantes pró-Bolsonaro jogam fogos de artifício contra o STF
A pedido de Toffoli, PGR também abre investigação sobre ataque ao Supremo

O manifestante Renan da Silva Sena foi apontado como um dos autores do ataque e aparece em vídeos divulgados nas redes sociais narrando a ação de manifestantes, com ataques aos membros do STF .

O suspeito Renan ficou conhecido após  agredir enfermeiras que realizavam um protesto contra o governo Bolsonaro na Praça dos Três Poderes no dia 1º de maio. O bolsonarista foi funcionário terceirizado do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e exonerado após as agressões.

Publicações em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e ataques ao STF, Congresso e a governadores eram feitos com frequência nas redes sociais de Renan. No domingo (13), Renan foi preso pela Polícia Civil do Distrito Federal acusado de fazer ameaças contra a integridade física do governador Ibaneis Rocha (MDB). A prisão foi feita antes dos ofícios de Dias Toffoli sobre o caso.