Prefeito de Manaus diz que rede de saúde do Amazonas entrou em colapso

Kenny G lança “Emeline”, faixa inédita de seu novo álbum “New Standards”

InfocoWeb | Variedades

PI 1450 Até 31/10 PI 1451 Até 06/11


source
homem de máscara arrow-options
Twitter/Reprodução

Prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto

Em um vídeo publicado nas redes sociais na noite deste domingo (5) o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, afirmou que a rede de saúde do Amazonas está em colapso por causa da epidemia de novo coronavírus e pediu ajuda.

“Peço ao governador Wilson Lima celeridade no funcionamento do hospital da Universidade Nilton Lins e aqui garanto, por parte do município, a disponibilização de mão de obra para somar esforços no combate ao novo coronavírus”, afirmou o prefeito. No vídeo, ele aparece sozinho e de máscara.

Leia também: Cidade italiana lança campanha para vizinhos liberarem wi-fi

Até a manhã desta segunda-feira (6), o estado do Amazonas tinha confirmado 417 casos do novo coronavírus, com registro de 15 mortes. Com o aumento nos casos do estado, o prefeito prometeu medidas mais drásticas contra aqueles que furarem o isolamento social, bloqueando gratuidade de passagem para idosos e estudantes, assim como suspendendo alvará de funcionamento de comércios que abrirem sem permissão.