Cuiabá - MT | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Xavi coloca Messi como o “melhor jogador da história”

Xavi coloca Messi como o “melhor jogador da história”

Xavi ao lado de Messi: “Está acima de todos”, diz o ex-jogador espanhol, sobre o argentino — Foto: Xavier Bonilla/Getty Images

Recordista de partidas com a camisa do Barcelona, Xavi viveu boa parte de sua trajetória vitoriosa no clube ao lado de quem considera ser o maior jogador de todos os tempos. Sim. O ex-jogador espanhol e atual técnico do Al Sadd considera que Messi está no topo. Acima de Maradona. Acima de Cruyff. Acima de Pelé.

Em entrevista ao “Esporte Espetacular” para a série sobre a carreira de Ronaldinho Gaúcho, o ex-meio-campista, de 40 anos, foi questionado sobre a relação do ex-camisa 10 com o argentino do Barça. Ele também foi perguntado em qual nível o brasileiro se encontra na comparação com os maiores nomes do futebol mundial. Na resposta, Xavi não hesitou em colocar Messi em um lugar único.

– Ronaldinho está no nível dos melhores. O Ronaldinho está no nível dos melhores, talvez o que lhe tenha faltado foi constância. Talvez tenha faltado constância em estar em seu ápice. Por mim só o Messi está acima do Ronaldinho por causa da constância dos últimos anos – opinou o espanhol.

“Messi é o melhor da história, mas o Ronaldinho está com os melhores. Os demais vêm atrás. Ele (Ronaldinho) está com os melhores: com o Ronaldo Fenômeno, com Cristiano Ronaldo, Messi, esse grupo”, comentou Xavi.

No entanto, ao mesmo tempo em que incluiu Messi em tal grupo, o ex-meio-campista fez questão de colocá-lo em outro patamar.

“Para mim o Messi está acima de todos, porém ele está no grupo de Pelé, Zidane, Cruyff, Di Stéfano, Ronaldinho, Ronaldo, todos estão aí”, afirmou.

Efetivado como técnico do Al Sadd no meio do ano passado, Xavi esteve perto de assumir o Barcelona após a demissão de Ernesto Valverde, em janeiro deste ano. No entanto, ele não entrou em acordo com a diretoria do clube e não acertou seu retorno à equipe, embora admita que um dia irá comandar o time catalão.

Ajuda contra o coronavírus

No entanto, a ligação do ex-jogador com a Catalunha segue fortíssima, tanto que ele doou um milhão de euros (cerca de R$ 5,8 milhões) a um hospital de Barcelona para ajudar na luta contra o coronavírus.

Xavi foi ouvido pelo “Esporte Espetacular” antes da prisão de Ronaldinho no Paraguai, ocorrida no início de março deste ano. O espanhol não escondeu sua admiração pelo brasileiro e ressaltou a importância do ex-camisa 10 na rápida adaptação de Messi ao time principal do Barcelona.

– Quando o Ronaldinho tinha 26, 27 anos o Messi começou a treinar, ele tinha 16, 17 anos. Em seguida eles tiveram uma boa relação: Leo, Deco e Ronaldinho. Como um grupo familiar muito bom e o Ronaldinho, como todo mundo, via que o Messi tinha algo especial.

“Já se podia ver isso com 16, 17 anos e o Ronaldinho adotou o Messi meio como um irmão mais novo e eles tiveram uma relação muito boa. O Ronaldinho lhe ajudou muito”, revelou.

Xavi reiterou que a postura de Ronaldinho àquela época, como melhor jogador do mundo, foi essencial para que Messi se sentisse confortável no time.

– Todos nós lhe ajudamos, mas o Ronaldinho na condição de melhor jogador do mundo. Também um garoto de 16, 17 anos vê que o melhor do mundo está te acolhendo como um membro da família. Isso ajudou muito o Léo a estar onde ele está agora. Evidentemente o Léo é o melhor do mundo e poderia ter sido igual, mas isso lhe ajudou a ter uma boa relação no vestiário com todo mundo. (Globo Esporte)