Cuiabá - MT | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Vice do Santos vai à polícia e alega sumiço de relógio de Pelé e outros itens de dentro do clube

Vice do Santos vai à polícia e alega sumiço de relógio de Pelé e outros itens de dentro do clube

Orlando Rollo, vice-presidente do Santos, atualmente licenciado do cargo — Foto: Ivan Storti/Santos FC

O vice-presidente do Santos, Orlando Rollo, pediu no dia 29 de fevereiro a abertura de um inquérito policial para recuperar, segundo ele, objetos que estavam em sua sala na Vila Belmiro e não foram devolvidos. O pedido é para que o inquérito seja aberto “em face de José Carlos Peres, atual presidente do Santos Futebol Clube”, seu desafeto declarado.

Em um documento anexado ao processo, Rollo alega que diversos itens pessoais, como um relógio utilizado por Pelé, sumiram.

A notícia foi divulgada inicialmente pelo UOL Esporte e confirmada pelo GloboEsporte.com, que teve acesso ao processo e ao recibo que comprova o pedido de abertura de inquérito.

Eleito vice-presidente ao lado de Peres, Orlando Rollo foi afastado do cargo no fim de 2018 depois de diversos desentendimentos entre os gestores. Ele não pode exercer a função.

Rollo alega não ter tido acesso ao clube e à sua sala na Vila Belmiro desde 1º de novembro de 2018. Segundo ele, o espaço foi “nas sendas da tirania e sem qualquer tipo de permissão” desalojado.

Orlando Rollo ainda alega, no processo, ter ido recentemente à Vila Belmiro para constatar “in loco” que a sala da vice-presidência não existe mais. Agora, o dirigente cobra e pede a investigação do, segundo ele, sumiço dos seguintes objetos:

  • Relógio de bolso que pertenceu ao Edson Arantes do Nascimento, “Pelé”
  • Quadro emoldurado com patches da Polícia Civil
  • Quadro branco com o símbolo da Torcida Jovem
  • Quadro com o símbolo do Rotary Club Santos Gonzaga
  • Quadro de homenagem da Associação Terceira Via Santista
  • Placa de homenagem da Torcida Jovem do Santos/Baixada
  • Placa de homenagem da Torcida Jovem do Santos/Curitiba
  • Troféu em vidro homenagem da Torcida Jovem
  • Azulejo branco emoldurado com o símbolo do Santos/Coca-Cola
  • Uma taça de cristal que pertenceu ao Presidente de Honra do Santos FC Dr. Antonio Guilherme Gonçalves
  • Um capacete do exército romano em bronze
  • Um capacete de futebol americano em miniatura
  • Um taco e uma bola de baseball
  • Uma maquete da Vila Belmiro em miniatura
  • Um troféu da Embaixada do Santos de Campinas
  • Um terço (objeto religioso)
  • Uma masbaha (objeto religioso)
  • Diversas camisas do Santos FC
  • Roupas pessoais
  • Documentos pessoais
  • Fotografias pessoais
  • Três porta-retratos com fotografias pessoais
  • Uma garrafa de espumante do Santos FC
  • Pequenas bandeiras de mesa da Torcida Jovem
  • Caneca da Torcida Jovem
  • Caneca da Loja Maçônica Barão de Mauá
  • Três pen-drives pessoais
  • Uma miniatura da torre Eiffel
  • Correspondências pessoais
  • Objetos de higiene pessoal
  • R$ 250,00 em espécie
  • 150,00 euros em espécie

Orlando Rollo não teve uma resposta sobre o pedido de abertura de inquérito. (Globo Esporte)