Cuiabá - MT | Sábado, 23 de Outubro de 2021

Cuiabá deve manter técnico e elenco para a Série B do Brasileiro

Cuiabá deve manter técnico e elenco para a Série B do Brasileiro

O técnico Marcelo Chamusca reunido com jogadores do Cuiabá

Com a paralisação do Campeonato Mato-grossense e a incógnita de quando o futebol brasileiro será retomado por conta da pandemia do coronavírus, o Cuiabá decidiu manter seus jogadores e a comissão técnica. A informação foi repassada pela assessoria de imprensa do Dourado, que descartou a dispensa em massa dos jogadores e do técnico Marcelo Chamusca, apesar da previsão de um longo período de inatividade. A maioria dos clubes do Estado iniciou esta semana a liberação de jogadores e a rescisão de contratos, já que o Campeonato Estadual tende a ser cancelado.

No Dourado, o último dia de treinos foi na última quarta-feira, quando a diretoria se reuniu com jogadores para tratar da crise instalada com a pandemia. Tanto jogadores como membros da comissão técnica, foram liberados por no mínimo de 20 dias – esse período pode ser ampliado para 30 dias ou mais, dependendo do desenrolar da crise. Assim, técnico e atletas ficarão com suas famílias em suas cidades de origem, durante o período da quarentena.

De acordo com a assessoria, a direção do Dourado está acompanhando a negociação dos clubes com o Sindicato dos Atletas Profissionais para definir o seu posicionamento. Esta semana, clubes e sindicato sentaram à mesa em busca de uma solução conjunta. A primeira proposta apresentada pelos clubes de férias coletivas de 30 dias e redução de 50% dos salários durante o período de inatividade, foi rechaçada pelo sindicato. Uma nova proposta, incluindo férias e redução de 25% dos salários, está em discussão.

A tendência é que os jogadores e a comissão técnica do Cuiabá cumpram férias antecipadas durante o período da quarentena e acatem o que decidirem clubes e sindicato.

FMF busca solução

Através de sua assessoria de imprensa, a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) informou que a entidade busca soluções, junto aos clubes, para evitar demissão em massa de jogadores. A federação aguarda posicionamento do governo nas próximas semanas para definir suas estratégias. O futuro do Campeonato Estadual ainda será definido. É possível que a competição seja retomada ou cancelada definitivamente, dependendo do período da paralisação. A FMF suspendeu o campeonato na última semana, considerando o avanço da pandemia do coronavírus no estado.

Assim, a FMF deve seguir em ‘stand by’, com sistema de trabalho em home office. A entidade decidiu seguir as orientações da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), com relação à retomada futura dos eventos.