CUIABANO NEWS
Home Política Economia & Agro Cotidiano & Polícia Esportes Variedades Opinião & Artigos Vida & Estilo MT
Inserido em: 24/03/2020  12:19:34


Assembleia Legislativa cria observatório socioeconômico para reduzir impactos da crise em MT



Carlos-Avallone-Júnior-Deputado-Estadual-pelo-PSDB-Mato-Grosso-7.jpg

Dezenove deputados se reuniram na Assembleia Legislativa de Mato Grosso neste início de semana – tomando todos os cuidados recomendados pelos protocolos de prevenção –  para discutir vários assuntos como a redução dos custos e gastos do parlamento, para fazer frente às consequências da queda prevista de arrecadação.

A decisão mais importante foi a criação do observatório sócio-econômico, que será formado por um grupo de deputados sob a coordenação do deputado Carlos Avallone, do PSDB. Este grupo, alinhado com representantes das federações, sindicatos e entidades do setor produtivo, fará um acompanhamento da situação de cada segmento durante o período de isolamento social e das restrições impostas ao comércio, indústria e serviços.
A partir destas análises, o observatório vai fazer sugestões aos governos municipais, estadual e federal, com o objetivo de reduzir os grandes impactos que o fechamento do comércio e de outros setores trará para os trabalhadores, a sociedade e o estado.

Outras ações  
Antes mesmo da criação do Observatório, o deputado Avallone já vinha realizando outras ações no sentido de preservar a população dos impactos econômicos da pandemia do coronavírus. Esta semana ele protocolou na Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel – uma solicitação para adiar o aumento, previsto para abril, de um reajuste nas tarifas de energia para Mato Grosso.

‘Não podemos permitir que neste momento de crise nacional a população e o setor produtivo sejam ainda mais penalizados com esta majoração da energia. As tarifas devem ser reduzidas, e não aumentadas’, disse Avallone.

Na condição de presidente do PSDB estadual, Avallone entrou em contato com a Executiva nacional do partido e a bancada federal de Mato Grosso no sentido de uma ação conjunta pela criação de um programa de apoio ao trabalhador em situação de emergência, financiado pelos recursos do Fundo Eleitoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+A -A
scroll to top