Cuiabá - MT | Terca-Feira, 28 de Setembro de 2021

Doações atingem valor necessário para abrigar elefantas africanas em MT

Doações atingem valor necessário para abrigar elefantas africanas em MT

Após campanha, a equipe do Santuário dos Elefantes conseguiu arrecadar o valor necessário para construção de uma estrutura que possa abrigar elefantes africanas em Chapada dos Guimarães – 67 quilômetros a  noroeste de Cuiabá.

A primeira a ocupar o lugar será Kenya, uma elefanta de 50 anos que vive solitária no Bio Park de Mendoza, na Argentina.

Parte dos recursos arrecadados também será usada para o transporte de Kenya até Mato Grosso.

Pelo menos mais duas elefantas africanas são esperadas, no Santuário de Elefantes Brasil, para os próximos meses.

Após a construção do Centro Médico para atendimento das africanas, as cercas começaram a ser construídas.

Assim que o espaço estiver pronto, os procedimentos para fazer o transporte dela começaram.

Outros recursos doados serão utilizados para manutenção dos animais, com a compra de suplementos, medicamentos, alimentação e tudo que possa facilitar a adaptação dos elefantes no novo lar.Estrutura está sendo construída para receber as fêmeas africanas em Chapada dos Guimarães — Foto: Reprodução/ Facebook

Estrutura está sendo construída para receber as fêmeas africanas em Chapada dos Guimarães — Foto: Reprodução/ Facebook

Diferença entre as espécies

Toda essa estrutura precisa ser construída porque elefantes asiáticos e africanos são muito diferentes em estrutura e comportamento. A convivência das duas espécies no mesmo espaço pode gerar conflitos. Dessa forma, o objetivo de que os elefantes vivam em paz não seria alcançado.

O Santuário de Elefantes Brasil (SEB), em  Chapada dos Guimarães, atualmente abriga as elefantas asiáticas Maia, Guida, Rana, Ledy, Ramba (ou Rambita).