Cuiabá - MT | Segunda-Feira, 27 de Setembro de 2021

Para Klopp, Flamengo não surpreendeu e Liverpool jogou “o suficiente”

Para Klopp, Flamengo não surpreendeu e Liverpool jogou “o suficiente”

Foto: REUTERS/Kai Pfaffenbach

Depois da vitória por 1 a 0 do Liverpool sobre o Flamengo e da conquista do título inédito para o clube inglês, o técnico Jürgen Klopp concedeu entrevista coletiva para falar sobre a partida e elogiar o confronto deste sábado. Para ele, o Flamengo não surpreendeu, os Reds não estiveram em seu melhor dia, tiveram jogo tenso, mas foram merecedores do resultado.

 Fizemos coisas que o Flamengo não gostou, eles estavam mostrando respeito por nós. Mas dificultamos a vida deles. Foi um jogo tenso. Não foi a melhor partida que fizemos, mas foi o suficiente para merecermos ganhar. Foi para a prorrogação, mas tudo bem.

– Estabelecemos nossa meta, falamos sobre isso, significado de ganhar o torneio. Queríamos ganhar, taticamente vou ter que olhar o jogo novamente, mas fomos melhores na parte física. As duas equipes sofreram, foi duro ir para a prorrogação, mas o goleiro do Flamengo teve câimbras. Mostra que também jogaram muito. Respeito a temporada que fizeram, foi excepcional. Mas hoje foi uma questão de escolher melhor em momentos decisivos – completou.

Perguntado sobre uma possível comparação entre o futebol apresentado na Premier League e no Campeonato Brasileiro, Klopp preferiu apenas elogiar o futebol do Brasil.

– Por que deveria comparar um tipo de jogo e um time? Flamengo é um time muito, muito bom, e queríamos ganhar por causa disso. É só o que precisa saber, não estou aqui para julgar qualidade, comparação de nível do Brasil. O país entrega grande parte dos jogadores do futebol mundial.

– Estão por toda parte, alguns são os melhores de seus times. Deveriam estar orgulhosos. Alguns jogam em outros países, três no meu time. São muito decisivos. Firmino marcou hoje à noite, mas eu não comparo ligas ou níveis.

Liverpool faz a festa e ergue a taça de campeão do Mundial de Clubes da Fifa

Liverpool faz a festa e ergue a taça de campeão do Mundial de Clubes da Fifa

Veja outras respostas de Klopp:

Lesão de Oxlade-Chamberlain
– Temos que agora olhar que foi uma noite maravilhosa. Infelizmente não foi o último jogo da temporada e nós tivemos um jogador que se lesionou. Jogamos daqui cinco dias (contra o Leicester, pela Premier League). Período difícil de temporada, jogo atrás de jogo. Estou muito feliz. Estou orgulhoso dos rapazes.

– Falei com ele há pouco e ele me mostrou o vídeo. Aterrissou mal, levou chute e fez um rolamento. Ele se sente bem, mas vamos ver. Está longe de estar perfeito, claro. Mas vamos ver se é questão de ligamento, ruptura. Teremos que ver. Mais um problema, mas é assim no esporte de contato. Parece estar bem.

Salah melhor jogador do Mundial
– Concordo plenamente. Nem pensamos muito nesses prêmios individuais, como equipe. Mas é legal ganhar, fica em casa. Todos adoraram que o Salah ganhou. Jogou bem, foi uma ameaça o tempo todo. Estava em ótima forma. Não estava 100% nas últimas semanas, não jogou as partidas inteiras, mas foi ameaça para os rivais. Hoje a noite foi decisivo, merecido o prêmio.

Gols no fim dos jogos
– Parece que nós fizemos alguns gols no final das partidas desta temporada, mas foram necessários porque estávamos atrás ou os jogos estavam equilibrados. Hoje também. Os rapazes melhoraram e, quando você acredita, você acredita nos 95 minutos. Ou nos 120. Sempre existe uma chance. O gol foi brilhante. Fico feliz por isso.

Flamengo surpreendeu?
– Flamengo não surpreendeu, falei na primeira coletiva, assisti muito aos jogos do Flamengo nos últimos dias. Principalmente contra o Santos, foi importante para gente, contra o Al Hilal também. Não surpreendeu. Tínhamos que ser diferentes em alguns momentos e foi o que aconteceu. Causamos série de problemas para eles. Com o lance do pênalti, nos 90 minutos, seria o momento perfeito para encerrar a partida. (Globo Esporte)