Cuiabá - MT | Terca-Feira, 28 de Setembro de 2021

Treino é treino, jogo é jogo

Treino é treino, jogo é jogo

 

É importante treinar, mais importante ainda, é executar o que treinou. Só vale a pena sonhar, quando se tem coragem para realizar.

Um dos ditados populares do meio futebolístico e mais conhecidos pelos jornalistas, técnicos, jogadores e torcedores é: “treino é treino, jogo é jogo”. Aliado a esse ditado, temos um outro termo, que também é muito falado: “o jogador está sem ritmo de jogo”.

Leia Também:

-Produza frutos

-Olhe de outra forma

-Eu consigo falar em público

-Vença a tensão

-A possibilidade da reconstrução

-Faça o que precisa ser feito

-Seja um tijolo em construção

-Comportamento motivacional

-Você é insubstituível
-O que você quer que eu lhe faça?
-A picada da cobra
-Lei da ação versus reação

-O que você quer que eu lhe faça?

-Efeito pigmaleão

Em minha concepção, os ditados citados, querem trazer o seguinte significado: O treino é de extrema importância, mas é na prática, após o som do apito, que começa a valer de fato, pois o que conta são os resultados.

Extraindo o acima citado para a área comportamental, concluo que a vida é, também, um jogo da vida real.

Conheço pessoas que vivem sonhando com o seu futuro, planejam a vida para os próximos anos, montam estratégias para criar os filhos, vivem no mundo do planejamento e do treino, contudo, efetivamente, não entram no “campo” da vida, ou seja, não executam de fato o seu treino.

Por mais que haja treino e a devida preparação, treino sempre será treino, que, em outras palavras, é apenas um aprimoramento e preparação para a prática. Ser um craque nos treinos, não quer dizer que na vida real terá o mesmo sucesso, pois a prática é a validação do treino, se é o certo, ou se necessita de melhorias.

Para sentir a emoção da vida, você precisa encarar os desafios que lhes são propostos, por mais complexo e difícil que seja, pois é no jogo da vida que vamos amadurecer, aprender, fracassar, cair, chorar, ganhar experiências e ritmo.

Quando Jesus esteve neste mundo, ele não apenas planejou a sua vida, tampouco, apenas disse o que deveríamos fazer, mas de fato praticou, vivenciou os desafios. Ele executou o que ensinou, mesmo tendo dissabores e traições dos seus amigos e inimigos.

Cristo ganhou ritmo de vida. Teve uma curta jornada, contudo, o Seu nome dividiu a história deste mundo, além de nos presentear com a salvação.

Treino é treino, jogo é jogo. Só ganha ritmo, quem joga. Que possamos ir além da teoria e do planejamento, aplicando e exercitando o que treinamos. Lutas e desafios todos nós estamos propensos a enfrentar, mas ainda assim, é preciso manter o ritmo da caminhada, aptos, a escrever uma nova história para as nossas vidas.

*FRANCISNEY LIBERATO BASTISTA SIQUEIRA é Secretário de Controle Externo, Auditor Público Externo do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, Palestrante Nacional, Professor, Coach, Mentor, Advogado e Contador. Autor dos Livros “Mude sua vida em 50 dias” e “Como falar em público com eficiência”.

CONTATO: www.francisney.com.br  — — — https://www.facebook.com/profile.php?id=100004779404481

.