Cuiabá - MT | Segunda-Feira, 27 de Setembro de 2021

Botafogo bate Corinthians e leva decisão da Liga Sul-Americana para o 3º jogo

Botafogo bate Corinthians e leva decisão da Liga Sul-Americana para o 3º jogo

Teremos jogo três na final da Liga Sul-Americana de basquete! Depois de perder a primeira partida no Rio de Janeiro, o Botafogo mostrou sua força e dominou completamente o Corinthians em São Paulo, venceu por 74 x 64 e forçou a terceira e decisiva partida, nesta sexta-feira, também no Ginásio Wlamir Marques.

– Tomamos 74 pontos, não defendemos bem, perdemos muitos rebotes de ataque. Depois fizemos 64, não é o costume do nosso time, não conseguimos encaixar que nem a gente fez lá. A defesa é o que fez a gente chegar até aqui – analisou Arthur Pecos.

O segundo encontro entre as equipes teve roteiro bem diferente do primeiro. Para ser mais preciso, inverso. Se na primeira partida o Timão dominou e venceu sem sustos, nesta quinta-feira foi vez dos cariocas mostrarem superioridade, muito por conta de um homem: Jamaal Smith.

O armador americano anotou 25 pontos, pegou cinco rebotes e deu uma assistência, sendo o principal nome do Botafogo na vitória. Pelo lado paulista, foram muitos erros, especialmente no ataque. O também americano Kyle Fuller foi o melhor em quadra pelo Timão.

O jogo

O Botafogo começou o jogo disposto a forçar a partida de desempate. Com a marcação forte, o time carioca conseguiu abrir seis pontos de vantagem logo nos primeiros minutos e obrigou o técnico Bruno Saviani a gastar o primeiro tempo antes da metade do primeiro quarto.

Aproveitando pouco os arremessos, apenas 28% ao fim do primeiro período, o Corinthians teve dificuldade em encostar no placar, enquanto, comandado por Diego e Coelho, o alvinegro carioca aproveitou o momento de baixa do adversário para fechar o quarto com 12 pontos de vantagem.

Pecos, armador do Corinthians, não encontrou espaços no garrafão dos cariocas — Foto: Beto Miller/agência Corinthians

Pecos, armador do Corinthians, não encontrou espaços no garrafão dos cariocas — Foto: Beto Miller/agência Corinthians

Depois do período de descanso, o Botafogo não baixou o nível de concentração, seguiu marcando de forma agressiva e sem dar espaço para o Corinthians e explorando os muitos erros do rival na defesa. A diferença de pontos, que já era grande, foi a 19.

Com tanta vantagem, que chegou a ser de 23, os visitantes tentaram administrar o placar e gerir o tempo de quadra de Jamaal Smith, que atingiu a marca de quatro faltas, mas viram o Corinthians encostar perigosamente no placar. Nada que ameaçasse a vitória: 74 x 64 para o Botafogo. (Globo Esporte)