Cuiabá - MT | Segunda-Feira, 20 de Setembro de 2021

Everton Ribeiro se preocupa com fuso horário no Mundial e alerta sobre foco do Flamengo

Everton Ribeiro se preocupa com fuso horário no Mundial e alerta sobre foco do Flamengo

Everton Ribeiro foi um dos destaques rubro-negros na temporada — Foto: Gettyimages

O meia Everton Ribeiro concedeu entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira no Ninho do Urubu e mostrou preocupação com o fuso horário para o Mundial de Clubes no Qatar. O Flamengo estreia no dia 17, contra Espérance ou Al-Hilal, e o camisa 7 ressaltou que os rubro-negros precisam se concentrar na semifinal antes de pensar em um eventual confronto com o Liverpool na decisão do torneio.

– Não podemos facilitar na semifinal. O adversário também vai querer chegar na decisão e o nosso pensamento está voltado pro jogo de terça. Depois, vencendo a semifinal é que vamos pensar na decisão.

Sobre o fuso horário, ele afirmou:

– Acredito que o fuso seja o mais complicado. Pode atrapalhar um pouco as horas de sono. Mas o clube está levando profissionais e uma ótima estrutura pra lá e isso não deverá ser problema na nossa preparação.

Confira os melhores trechos da coletiva de Everton Ribeiro:

Torcida e partida para o Catar

Acho que a torcida vai nos apoiar onde estiver. Mas acho que foi feito um esquema amanhã (sexta) até para segurança deles e nossa quando estivermos indo para o aeroporto”

Rivais

Equipes campeãs que estão chegando no Mundial e o Mister têm nos falado para o foco ser na semifinal, que será muito difícil. Todos os times são bons e que tâm grandes jogadores.

Voltamos a treinar forte. Mister já está nos preparando bem. Máximo de velocidade, forma física para botarmos em prática nosso melhor jogo novamente.

Al Hilal

Aqui nos mini coletivos e mini treinos nós já sofremos. Já joguei contra o Al Hilal e eles têm ótimos jogadores árabes e também estrangeiros. O Mister conhece bem e sempre nos alerta sobre eles. Temos que estar bem preparados para vencermos. Eles têm muito respeito sobre o futebol sul-americano e vão fazer de tudo para chegar à final como nós. Não podemos achar que somos melhores por já estarmos na semifinal. (Globo Esporte)