Cuiabá - MT | Segunda-Feira, 27 de Setembro de 2021

Campeões mundiais, Arthur Nory e Beatriz Ferreira levam o Prêmio Brasil Olímpico 2019

Campeões mundiais, Arthur Nory e Beatriz Ferreira levam o Prêmio Brasil Olímpico 2019

Na festa de gala do esporte brasileiro em 2019, dois campeões mundiais levaram o prêmio de melhores do ano: a boxeadora Beatriz Ferreira e o ginasta Arthur Nory. O ano foi histórico para as estrelas nacionais, que conquistaram títulos importantíssimos que os credenciam para o pódio olímpico em Tóquio 2020. Ela levou o ouro no Mundial na China, em outubro, e nos Jogos Pan-Americanos, em julho, no Peru. Ele foi ouro na barra fixa no Mundial de Stuttgart, no mesmo mês. Na noite desta terça-feira, coroaram uma temporada perfeita na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro.

– A minha equipe está arrebentando! Estamos bem preparados. Estamos focados e sabemos o que queremos. As mulheres estão dominando, desculpe os homens, mas as mulheres estão arrasando. Fico muito feliz de saber que ganhei contra meninas superboas como a Ana Marcela e Nathalie. Esse ano foi muito especial com ouro no Pan e ouro no Mundial – disse Beatriz, que disputava o prêmio com Ana Marcela Cunha, da maratona aquática, e Nathalie Moellhausen, da esgrima.

Curiosamente os dois foram campeões mundiais no mesmo dia, 13 de outubro. Ainda era madrugada no Brasil quando Beatriz derrotou Cong Wang por 5 a 0 e se tornou campeã mundial de boxe. Horas depois, em Sttutgart, na Alemanha, Arthur Nory fez uma apresentação perfeita para ser campeão na barra fixa, um pódio inédito para o país.

Atleta da Torcida

Em outro grande momento da noite, Hugo Calderano, do tênis de mesa, foi o escolhido por votação popular como o melhor atleta do ano. Em competição na China, o atleta não conseguiu receber o prêmio pessoalmente, mas mandou seu recado em vídeo.

– Este prêmio é de todos os atletas e fãs de tênis de mesa do Brasil. tenho muito orgulho de ter sido eleito por vocês.

Hugo Calderano foi escolhido o Atleta da Torcida — Foto: ITTF/Divulgação

Hugo Calderano foi escolhido o Atleta da Torcida — Foto: ITTF/Divulgação

Melhores treinadores

Renan Dal Zotto técnico Prêmio Brasil Olímpico — Foto: RICARDO BUFOLIN / PANAMERICA PRESS

Renan Dal Zotto técnico Prêmio Brasil Olímpico — Foto: RICARDO BUFOLIN / PANAMERICA PRESS

Dois técnicos foram premiados como os melhores da temporada, um para esportes coletivos e outro para as modalidades individuais. Renan Dal Zotto, que levou a seleção masculina ao título da Copa do Mundo de Vôlei, e Mateus Alves, treinador de Beatriz Souza, campeã mundial de boxe.

– Tivemos grandes competições. Foi um ano muito bacana. Vencemos 41 de 45 jogos disputados. Só fica a certeza de que precisamos continuar treinando cada vez mais. Ano que vem é nosso maior desafio. Tudo isso que conquistamos nos alimenta para o ano que vem, sem perder o foco – disse Renan.

– É uma comissão, um grupo de pessoas. Ninguém ganha sozinho. Não é só o atleta, nem só o treinador. Tivemos um ano ótimo, eu e ela acreditávamos na conquista do mundial. Ela merece. O boxe olímpico precisa ser valorizado, é um trabalho sério, com nomes e sobrenomes – disse Mateus.

Homenagem

O ex-jogador de basquete Oscar Schmidt recebeu o Troféu Adhemar Ferreira da Silva, destinado para uma personalidade do esporte. Participante de cinco edições de Olimpíadas – todas entre 1980 e 1996 -, o ídolo das quadras fez um discurso emocionado e lembrou de histórias de sua carreira.

Oscar Schmidt recebe troféu Adhemar Ferreira da Silva — Foto: Ricardo Bufolin/Panamerica Press

Oscar Schmidt recebe troféu Adhemar Ferreira da Silva — Foto: Ricardo Bufolin/Panamerica Press

Medalha olímpica

Revezamento 4x100m Prêmio Brasil Olímpico — Foto: RICARDO BUFOLIN / PANAMERICA PRESS

Revezamento 4x100m Prêmio Brasil Olímpico — Foto: RICARDO BUFOLIN / PANAMERICA PRESS

Equipe do revezamento 4x100m rasos masculino dos Jogos de Pequim 2008 recebeu a homenagem pela medalha de bronze herdada oficialmente neste ano após doping do jamaicano Nesta Carter. O público aplaudiu de pé Vicente Lenilson e José Carlos Moreira. Sandro Viana e Bruno Lins não compareceram à festa.

Veja a lista completa de vencedores em cada modalidade:

Atletismo: Darlan Romani
Badminton: Ygor Coelho
Basquete 5X5: Erika Souza
Basquete 3X3: Jefferson Socas
Beisebol: Rodrigo Takahashi
Boxe: Beatriz Ferreira
Canoagem Slalom: Ana Satila
Canoagem Velocidade: Isaquias Queiroz
Ciclismo BMX Freestyle: Cauan Madona
Ciclismo BMX Racing: Paôla Reis
Ciclismo Estrada: Magno Nazaret
Ciclismo Mountain Bike: Henrique Avancini
Ciclismo Pista: Flavio Cipriano
Desportos Na Neve: Michel Macedo
Desportos No Gelo: Nicole Silveira
Escalada Esportiva: Cesar Grosso
Esgrima: Nathalie Moellhausen
Futebol: Alisson Becker
Ginástica Artística: Arthur Nory
Ginástica Rítmica: Bárbara Domingos
Ginástica Trampolim: Camilla Gomes
Golfe: Alexandre Rocha
Handebol: Eduarda Amorim
Hipismo Adestramento: João Paulo dos Santos
Hipismo CCE: Carlos Eduardo Parro
Hipismo Saltos: Marlon Zanotelli
Hóquei Sobre Grama e Indoor: Mayara Eiko Ugochi Fedrizzi
Judô: Mayra Aguiar
Karatê: Valéria Kumizaki
Levantamento de Peso: Fernando Reis
Maratona Aquática: Ana Marcela Cunha
Nado Artístico: Luisa Borges
Natação: Bruno Fratus
Pentatlo Moderno: Iêda Guimarães
Polo Aquático: Gustavo Guimarães
Remo: Pau Vela Maggi – Xavier Vela Maggi
Rugby: Rafaela Zanellato
Saltos Ornamentais: Isaac Souza e Kaique Kauan De Morais Alves
Skate: Pamela Rosa
Softbol: Mayra Sayumi Akamine
Surfe: Gabriel Medina
Taekwondo: Milena Titoneli
Tênis: João Menezes
Tênis de Mesa: Hugo Calderano
Tiro com Arco: Marcus Vinicius D’Almeida
Tiro Esportivo: Leonardo Lustoza
Triatlo: Luisa Baptista
Vela: Kahena Kunze e Martine Grael
Vôlei de Praia: Ágatha Rippel e Duda Lisboa
Vôlei: Bruno Rezende
Wrestling: Lais Nunes

(Globo Esporte)