Expediente | Quem Somos         
   Quinta-Feira, 15 de Abril de 2021   

CUIABANO NEWS
Home Política Economia & Agro Cotidiano & Polícia Esportes Variedades Opinião & Artigos Vida & Estilo MT
Inserido em: 28/11/2019  22:02:03


CSA vence no Mineirão, segue vivo e mantém Cruzeiro no Z-4



alan-costa.jpg

Alan Costa faz a careta de Lela na comemoração (Foto: GUSTAVO RABELO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

O CSA conquistou uma vitória marcante no Mineirão, por 1 a 0. Em jogo-chave contra o rebaixamento, Alan Costa marcou aos 43 do primeiro tempo e afundou o Cruzeiro, que continua com 36 pontos e segue no Z-4 do Brasileirão. Faltam apenas três jogos. O CSA chegou a 32 pontos nesta quinta e continua vivo na disputa pela permanência. No segundo tempo, Thiago Neves ainda perdeu um pênalti e complicou a missão da Raposa.

Despedida

Após o jogo, o técnico Argel Fucks comunicou à diretoria do CSA que acertou com o Ceará e já se despediu do clube. A informação foi confirmada pelo presidente do time alagoano, Rafael Tenório. Curiosamente, o novo clube do treinador briga com o próprio CSA e o Cruzeiro pela permanência na Série A.

Como fica?

O CSA corria o risco de ser rebaixado nesta quinta. Venceu, manteve a 18ª colocação e chegou a 32 pontos, cinco a menos que o Ceará, primeiro time fora da zona do rebaixamento. Segue respirando. O Cruzeiro tem uma sequência difícil na reta final do Brasileirão e precisava desesperadamente da vitória em casa. Perdeu, continua na 17ª colocação, com 36 pontos, e viu aumentar o risco de queda.

Meia do Cruzeiro,Thiago Neves se desespera depois de perder o pênalti no segundo tempo

Meia do Cruzeiro,Thiago Neves se desespera depois de perder o pênalti no segundo tempo (Foto: GIAZI CAVALCANTE/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO)

O zagueiro Alan Costa dedicou o gol da vitória do CSA ao companheiro Alecsandro, que sofreu uma fratura na tíbia distal na semana passada e só deve voltar a treinar em três meses. Na comemoração, Alan fez a careta de Lela, ex-jogador e pai de Alecgol.

Confusão

Aos 32 minutos do 2º tempo, a torcida do Cruzeiro soltou fogos dentro do Mineirão e jogou sinalizadores no campo. A fumaça tomou conta do campo, e o árbitro parou a partida por dois minutos. Após o jogo, os atletas do time mineiro foram para o vestiário com proteção policial. Clima muito pesado.

Torcedores do Cruzeiro atiram sinalizadores em campo e geram grande confusão nas arquibancadas, aos 29' do 2ºT

Torcedores do Cruzeiro atiram sinalizadores em campo e geram grande confusão nas arquibancadas, aos 29′ do 2ºT

  • A próxima

    O Cruzeiro vai enfrentar o Vasco na próxima segunda-feira, às 20h, em São Januário. Domingo, o CSA vai receber o Bahia às 18h, no Rei Pelé, em Maceió.

    Cruzeiro x CSA

    Cruzeiro x CSA (Foto: Agência i7/ Mineirão)

    O primeiro tempo foi de domínio na posse de bola do Cruzeiro. O time mineiro foi para cima, pois precisava de uma vitória para sair da zona do rebaixamento. Com uma equipe modificada, tentou pressionar, mas mostrava-se mais uma vez desorganizado. Por isso, não levou tanto perigo ao gol de Jordi. O CSA, por sua vez, se fechava todo, tentando sair no contra-ataque, mas sem organização. A melhor chance cruzeirense na etapa inicial foi uma tabela entre Thiago Neves, Fred e Pedro Rocha, que mandou perto do gol. Mas foi o CSA que foi eficiente e chegou ao gol. Após escanteio, Ricardo Bueno subiu sozinho e cabeceou. Fábio espalmou, e Alan Costa aproveitou o rebote para marcar.

    Pedro Rocha chega tabelando e dá um toquinho leve para o gol, mas ela vai para fora, aos 36' do 1ºT

    Pedro Rocha chega tabelando e dá um toquinho leve para o gol, mas ela vai para fora, aos 36′ do 1ºT

    Segundo tempo

    O Cruzeiro foi pra cima na etapa final. Nervoso, jogava a bola na área e tentava achar uma cabeçada. O CSA se fechou ainda mais.Thiago Neves bateu falta com efeito e Jordi espalmou. Robinho tentou passe para Joel, mas Alan Costa tirou a bola no momento certo. Aos 16 minutos, um lance capital. Pedro Rocha caiu na área depois de uma disputa com Alan Costa e o árbitro Vinícius Gonçalves Dias (SP) foi olhar o VAR. Analisou o lance e marcou pênalti para o Cruzeiro. Aos 19, Thiago Neves foi para cobrança, deslocou Jordi, mas chutou para fora.

    Com o Cruzeiro abalado, Rafinha bateu falta de longe, Fábio faz golpe de vista e a bola acertou a trave. A Raposa ainda chegou com muito perigo, numa virada de Joel, mas Jordi garantiu a vitória do CSA. (Globo Esporte)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+A -A
izmir escort izmir escort izmir escort izmir escort denizli escort antalya escort antalya escort antalya escort antalya escort ankara escort izmir escort izmir escort
scroll to top