Cuiabá - MT | Domingo, 19 de Setembro de 2021

Empresas de ônibus levam educação e boa convivência entre passageiros

Empresas de ônibus levam educação e boa convivência entre passageiros

A MTU – Associação Matogrossense dos Transportadores Urbanos tem  investido em boas práticas, através do teatro, com a intenção de proporcionar uma boa convivência entre motoristas e passageiros que utilizam diariamente o coletivo em Cuiabá. A intervenção artística vem sendo desenvolvido com estudantes do Ensino Médio da Rede Pública do Estado, através do programa Caminhos da Cultura.

Enquanto os alunos saem da escola e vão aos museus de Cuiabá utilizando o transporte coletivo, são surpreendidos  com a presença de um passageiro  diferente, o personagem Aparício. Um ator que entra no ônibus para mostrar o que deve ser evitado para não incomodar os demais passageiros que todos os dias utilizam o transporte coletivo. De forma interativa, Aparício simula algumas situações  com por exemplo, estudantes sem o cartão transporte e tenta pular a catraca. Uma voz o repreende lembrando que é preciso der em mãos o cartão e imediatamente ele começa a pedir um cartão estudantil  emprestado. Novamente é repreendido e lembrado que usar o cartão de gratuidade de outras pessoas é ilegal.

Utilizando o humorismo, o ator segue mostrando outras  práticas negativas como escutar música alta, ficar parado na porta de saída e usar a mochila nas costas atrapalhando a passagem dos demais passageiros. Mateus e Otávio, alunos do nono ano da Escola Escola Estadual Governador José Fragelli acharam engraçada a representação e lembram que já usaram de algumas das práticas inadequadas como ficar na porta de saída ou pular a catraca por diversão.

O professor de Geografia, Lindeval José dos Santos gostou da ideia de mostrar aos alunos as boas práticas dentro dos ônibus. “Todos os dias eles utilizam o transporte para ir à escola e a intervenção teatral mostra o incômodo dos usuários quando alguém escuta música alta e o quanto atrapalha as mochilas nas costas dentro dos ônibus”, disse.