Cuiabá - MT | Quarta-Feira, 28 de Julho de 2021

Vídeos e fotos mostram presos fazendo churrasco e tomando uísque no CRC; veja vídeos

Vídeos e fotos mostram presos fazendo churrasco e tomando uísque no CRC; veja vídeos

Numa cena que está se tornando lugar comum, vídeos gravados no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC)  mostram presos em uma espécie de confraternização. Ao som de funk, eles fazem churrasco, bebem uísque e cerveja. A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) informou, por meio de nota, que um Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) será aberto contra os quatro reeducandos identificados nas imagens.

Em um vídeo, um detento filma a carne em uma churrasqueira elétrica. É possível ver a presença de diversos utensílios de cozinha, como pratos, colher, garfo e faca. Até mesmo um amassador de alho há em cima de uma mesa.

A mordomia é tanta que eles também ostentam uísque com gelo e diversas latas de cerveja que já foram consumidas. Um registro mostra também a presença de uma mulher ao lado de um preso.

Aparentemente, os presos circulam livremente com aparelhos celulares. Em fotos obtidas pela reportagem é possível ver que os detentos estão com os aparelhos e fones de ouvidos.

Ainda conforme a Sesp, as imagens foram gravadas há pelo menos um ano. Assim que foi constatada a circulação das fotos e vídeos, a direção da unidade realizou uma revista, com apoio do Serviço de Operações Especiais (SOE), que terminou às 3h, cujo relatório ainda está sendo concluído.

A Secretaria Adjunta de Administração Penitenciária (SAAP) abrirá um PAD e os presos também serão transferidos por medida de segurança, e posteriormente será solicitada ainda a transferência permanente.

Quanto ao uso de bebida alcóolica, a Pasta alega que os próprios reeducandos afirmaram que utilizaram apenas uma garrafa vazia e colocaram guaraná e água para simular que se tratava de uísque.

https://youtu.be/_3zp-XKtkqw

Caso que se repete
Todas as festas contam com som alto, como aconteceu no último dia 17, quando três presos se filmaram dançando lambadão. “Aqui no Carumbé estamos mais ou menos assim“, diz um dos presos enquanto segura uma caixa de som. Outro, sem camisa, dança ao longo dos 29 segundos de vídeo. Um terceiro, com vestes brancas, aparece quase no final da gravação que acontece no pátio da unidade.

https://youtu.be/0W_hJqczdb8