Cuiabá - MT | Quarta-Feira, 28 de Julho de 2021

CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal discute hoje panorama da mineração em MT

CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal discute hoje panorama da mineração em MT

Nesta quinta-feira (31), às 14 horas, acontece a reunião ordinária da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Renúncia e Sonegação Fiscal, na sala nº 202 Sarita Baracat, na Assembleia Legislativa. Técnicos do setor da mineração farão uma apresentação sobre a  mineração em Mato Grosso, abordando a história, o meio ambiente e o desenvolvimento socioeconômico.

De acordo com o relator geral e sub-relator da mineração, deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, a explanação técnica aos membros, bem como, para a imprensa, é de suma importância.

“Nós temos ciência que a mineração impulsionou a economia de Mato Grosso, e não precisamos ir muito longe. A capital do estado há 300 anos nasceu da mineração, bem como muitos municípios do interior,. É muito importante entender o contexto atual do segmento”, destacou Nininho.

Vale lembrar, que a história econômica da humanidade é a história da exploração mineral, saltamos da idade da pedra para a idade dos metais. Hoje nossos celulares funcionam graças a variados minerais tendo como base principalmente o cobre e o silício, mas também, o tântalo, níquel, cadmio, lítio e já com inovações que incorporam o grafeno, e a colonização europeia tem suas raízes na extração do ouro.

“Esta primeira apresentação pretende apontar as questões centrais estudadas, com a finalidade de compor apresentação final com propostas que venham a diminuir as possíveis evasões fiscais do setor, trazendo mais segurança aos investimentos no estado, tornando-se um atrativo à legalização da atividade garimpeira”, explicou o sub-relator.

CPI – A comissão é composta pelos deputados estaduais: Wilson Santos (PSDB), na presidência; Carlos Avalone (PSDB), vice-presidente; Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, relator; Max Russi (PSB) e Janaina Riva (MDB) são membros titulares.