Cuiabá - MT | Terca-Feira, 15 de Junho de 2021

Nos pênaltis, Luverdense supera o Cuiabá e é campeão da Copa FMF

Nos pênaltis, Luverdense supera o Cuiabá e é campeão da Copa FMF

Time do Luverdense conquistou o título da Copa FMF na noite deste sábado

O Luverdense é o novo campeão da Copa FMF. Jogando em casa e com um homem a mais desde a metade do primeiro tempo, o Verdão do Norte superou o Cuiabá nos pênaltis (4×3), após vitória no tempo normal por 2 a 1, levantando um título que salvou uma temporada terrível do clube que este ano caiu para a Série D. Luan (de pênalti) e Mendes garantiram o gol da vitória no tempo normal. Lucão descontou para o Dourado.

Primeiro tempo

O Cuiabá abriu o placar aos 16 minutos do primeiro tempo, justamente na primeira vez que chegou no ataque. Na cobrança de escanteio de Wenderson, Lucão subiu mais alto que toda a zaga do Luverdense e cabeceou firme para abrir o placar. Cuiabá 1 a 0.

Quando a maré parecia estar do lado do Dourado, tudo começou a mudar aos 32 minutos, quando a zaga tocou com a mão na bola e o árbitro Alinor Assunção assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, Luan bateu com muita categoria, no canto esquerdo de Bretas que não alcançou: 1 a 1.

A situação do Cuiabá se complicou dois minutos após o gol, quando, por falta violenta, Chico foi expulso e deixou o time da capital com um jogador a menos. Com o revés duplo, o time do Dourado passou a se preocupar com a defesa, passando a sofrer pressão.

Segundo tempo

O Luverdense manteve o ritmo na segunda etapa e foi para cima na busca da virada. Ao invés de segurar o resultado, o Dourado se arriscava no ataque. E ficou mais fácil para o Verdão do Norte que chegou ao gol logo aos 5 minutos. Mendes recebeu bola rolada de Luan e chutou forte rasteiro,  no canto direito de Bretas. Virada do Luverdense: 2 a 1.

Depois disso, o Luverdense diminuiu o ritmo, mas manteve o domínio do jogo até os 30 minutos, quando acabou o gás do time. Do outro lado, o Cuiabá, com um a menos, tratou de segurar o resultado e, de forma heroica, levou a definição para os pênaltis.

Na cobrança de pênaltis, o Luverdense aproveitou todas as suas cobranças e ganhou por 4 a 3. A cobrança de William Barão parou nas mãos do goleiro Pedro e Felipe Profeta desperdiçou chutando na trave.

Ao final do jogo, houve a premiação em medalhas ao Cuiabá, que ficou com o vice-campeonato e ao Luverdense, que levantou um belo troféu.

Após a conquista do título, uma cena chamou a atenção dos torcedores no estádio Passo das Emas: o jogador Mikael, do Luverdense percorreu todo o gramado de joelhos, em cumprimento a uma promessa.

Por ter chegado à final, o Luverdense garantiu sua vaga na Copa do Brasil do próximo ano.