Cuiabá - MT | Quinta-Feira, 17 de Junho de 2021

Projeto Bichos do Pantanal presente eventos de estudo científico do meio ambiente

Projeto Bichos do Pantanal presente eventos de estudo científico do meio ambiente

O Projeto Bichos do Pantanal – realizado pelo Instituto Sustentar com patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental – estará presente no XIV SEMABIO e I Seminário Internacional de Ciências Ambientais da UNEMAT, que vai ocorrer em Cáceres (MT) entre os dias 11 e 14 de novembro deste ano. O evento conta com a coordenação do prof. Claumir Muniz, coordenador de ictiofauna do Projeto Bichos do Pantanal e Ernandes Sobreira Jr., que já atuou como pesquisador do Projeto – ambos fazem parte do corpo docente da UNEMAT.

Além de patrocinador, o Projeto Bichos do Pantanal terá alguns de seus colaboradores ministrando minicursos e conduzindo mesa redonda durante a intensa programação do evento.

Entre as várias atividades previstas, nossos colaboradores Douglas Trent – ecólogo americano e Pesquisador Chefe do Projeto Bichos do Pantanal – e Evelyne Bocquet, engenheira florestal da Bélgica que atua como voluntária no Projeto por meio de um convênio com o Governo da Bélgica, serão responsáveis por três minicursos e/ou oficinas.

Dia 11 – segunda-feira – de 13h às 17h ocorre o minicurso “Iniciação à silvicultura e botânica em áreas úmidas tropicais”, ministrado pela belga Evelyne, com carga horária de 4h. Local: salas de aula do curso de Biologia da UNEMAT.

No dia 13 – quarta-feira – Douglas Trent ministra a oficina “Trilha ecológica: Taxonomia, a Janela da Natureza”, com 4h de duração, entre 8h e 12h. A oficina ocorre em sala de aula e em campo (auditório e trilhas da Sicmatur). A taxonomia aumenta a habilidade e compreensão das espécies. Douglas já é bem conhecido na região, onde atua desde a década de 1980, sempre trabalhando com pesquisas e promovendo projetos voltados para a capacitação de moradores locais em atividades de turismo sustentável. Este tema é tão atrativo que as vagas já estão praticamente esgotadas.

Na quinta-feira dia 14, Douglas retorna para o minicurso “Turismo de Natureza: como planejar e comercializar produtos de ecoturismo promovendo o desenvolvimento de comunidades”, também com 4h de duração e no mesmo horário: de 8h às 12h. Trent é precursor do turismo de observação de aves e onças no Brasil e tem projetos bem-sucedidos na Transpantaneira onde transformou caçadores de onças-pintadas em empreendedores de turismo de natureza. Ele também foi nomeado “birdman do Brasil” – homem pássaro – pela revista Forbes, por sua habilidade e conhecimento das aves e projetos realizados no Brasil e em países da África.

Outra importante contribuição do Bichos do Pantanal ao evento da UNEMAT é a presença do principal conferencista, professor decano Doutor Christopher Mccarty, da Universidade da Flórida, que vai participar de uma mesa redonda sobre “Redes socioambientais para a conservação da água e a biodiversidade do Pantanal” no dia 12 de novembro, terça-feira.

Segundo Jussara Utsch, diretora executiva do Instituto Sustentar e coordenadora geral do Projeto Bichos do Pantanal, eventos técnicos-científicos como este são fundamentais para a difusão do conhecimento gerado no meio acadêmico. “Além de divulgar resultados de pesquisas importantes, eventos como o XIV SEMABIO e I Seminário Internacional de Ciências Ambientais da UNEMAT são fundamentais para aproximar a academia da sociedade, diminuindo a distância entre o dia a dia das pessoas comuns e o mundo acadêmico das pesquisas e estudos científicos”, diz Jussara. “É preciso difundir o conhecimento para alcançarmos juntos uma sociedade justa, sustentável e solidária, em harmonia com o meio ambiente e seus recursos naturais, gerando renda e emprego de qualidade, principalmente para quem vive em regiões como o Alto Pantanal, onde atuamos desde 2013 com o Projeto Bichos do Pantanal”, completa. O coordenador do evento e professor da UNEMAT Claumir Muniz explica que o XIV SEMABIO e I Seminário Internacional de Ciências Ambientais da UNEMAT pretende discutir temas importantes sobre a biodiversidade aquática. “Teremos a contribuição de pesquisadores nacionais e internacionais, o que enriquece bastante o debate” diz Claumir. Segundo ele, outro aspecto importante do evento é promover a integração entre a graduação e a pós-graduação.