Cuiabá - MT | Terca-Feira, 03 de Agosto de 2021

Manejo sustentável da madeira mantém florestas em pé em Mato Grosso

Manejo sustentável da madeira mantém florestas em pé em Mato Grosso

Mata adentro, o documentarista Ramom Morato segue em busca de um arranjo produtivo abundante em matéria-prima e com potencial de geração de renda para o povo da floresta.

O arranjo produtivo da madeira, realizado via manejo florestal, é apontado como alternativa frente à produção ilegal. É também uma forma de barrar o desmatamento. As ávores para manejo estão no fim de um ciclo e são avaliadas por meio de inventário. Após a colheita, a área fica em repouso até o próximo ciclo de corte.

As árvores retiradas por meio do manejo sustentável devem ter o Documento de Origem Florestal (DOF)
As árvores retiradas por manejo devem ter o Documento de Origem Florestal (DOF) – Amazônia Vídeo Produções

Na comunidade de desenvolvimento sustentável do Rio Negro Tumbiras, Morato conhece o projeto Manejar para Conservar. O maior desafio deles é transformar o explorador tradicional de madeira em manejador de floresta.

Exploração legal da madeira pode gerar até cinco empregos por hectare
Exploração legal da madeira pode gerar até cinco empregos por hectare – Amazônia Vídeo Produções

No município de Itacoatiara, há 300 quilômetros da capital, conhecemos um empreendimento madeireiro que prova que é possível explorar este recurso em larga escala de forma sustentável. Já no município de Manacapuru, jovens da Camerata de Ukulele utilizam madeira reciclada na confecção de instrumentos musicais.

Iniciativas com o uso racional da madeira no campo comunitário, empresarial e social revelam todo o potencial para a formação de um grande arranjo produtivo madeireiro.

 

Jovens usam madeira reciclada para fazer instrumentos musicais
Jovens usam madeira reciclada para fazer instrumentos musicais – Amazônia Vídeo Produções