Cuiabá - MT | Terca-Feira, 15 de Junho de 2021

Jogador do São Paulo pode pegar gancho de 4 anos por doping de cocaína

Jogador do São Paulo pode pegar gancho de 4 anos por doping de cocaína

Gonzalo Carneiro teve contrato suspenso no São Paulo e será julgado nesta quinta-feira em Brasília — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Gonzalo Carneiro, do São Paulo, será julgado nesta quinta-feira, em Brasília, pelo Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem (TJD-AD), e pode pegar um gancho de até quatro anos fora do futebol. Em abril, ele foi pego no exame antidoping por uso de cocaína.

Gonzalo Carneiro será defendido pelo advogado Bichara Neto, do mesmo escritório responsável pela defesa de Paolo Guerrero, do Internacional.

Embora esteja com contrato suspenso no São Paulo, o clube também vai enviar um advogado para acompanhar o julgamento de Gonzalo Carneiro.

Suspenso preventivamente do futebol, o uruguaio está proibido de frequentar o CT da Barra Funda e não recebe salários do clube desde abril.

Gonzalo Carneiro foi flagrado no exame antidoping por uma substância chamada benzoilecgonina, metabólito derivado da cocaína, em um jogo contra o Palmeiras, no Pacaembu, pela primeira fase do Paulistão, no dia 16 de março. Na ocasião, ele jogou os 90 minutos, e o Tricolor perdeu por 1 a 0.

O atacante uruguaio de 24 anos teve como ponto alto no São Paulo o gol de pênalti com cavadinha na semifinal do Paulistão, contra o Palmeiras, na casa do rival. O Tricolor se classificou, mas perdeu a final para o Corinthians.

Gonzalo Carneiro foi contratado pelo São Paulo em abril de 2018 e assinou com o clube até 31 de março de 2021. O São Paulo pagou ao Defensor Sporting, do Uruguai, 800 mil dólares (R$ 2,6 milhões na cotação da época) por 50% dos direitos econômicos. (Globo Esporte)