Cuiabá - MT | Terca-Feira, 15 de Junho de 2021

Cocaína encontrada em carro de prefeito de Mato Grosso era de cartel mexicano “El Chapo”

Cocaína encontrada em carro de prefeito de Mato Grosso era de cartel mexicano “El Chapo”

Os 83 quilos de cocaína encontrado em um veículo do prefeito Eduardo Flausino Vilela, de Figueirópolis D’Oeste (409 quilômetros a oeste de Cuiabá), pertencia ao magatraficante internacional  Joaquin Gusmán, o “El Chapo”, da conexão do México.

A droga foi apreendida no município de Luiz Eduardo Magalhães, na Bahia, e estava escondida em uma caminhonete Toyota Hilux, registrada em nome do prefeito.

Durante perseguição e troca de tiros, a Polícia Militar da Bahia matou o motorista que dirigia o veículo, que não obedeceu ao sinal para parar, em uma barreira. A droga iria para o estado do Piauí e estava dividida em 83 tabletes.

Filiado ao PSDB, Eduardo Flausino Vilela   disse para a reportagem do Cuiabano News que   que era dono do veículo, mas que vendeu-o para uma pessoa no dia 11 de setembro. Segundo ele, o comprador se dizia morador de Mirassol D’Oeste.

“Eu não sei nada sobre essa fatalidade. Não sei se é real, mas essa caminhonete foi vendida e eu tenho o recibo com a minha assinatura reconhecida em cartório”, afirmou ele.

O chefe do Poder Executivo de Figueirópolis observou que o carro foi vendido por R$ 40 mil. O comprador se interessou após um anúncio da venda ser publicado no Facebook. A transação foi feita com o gerente de uma empresa do prefeito, que enfatizou não ter tido contato nenhum com a pessoa que comprou.

“Eu estou tranquilo com isso. Ela foi anunciada, essa pessoa entrou em contato com o gerente da minha empresa e pediu para levar a caminhonete até Mirassol D’Oeste. Após a transferência do dinheiro, eu passei imediatamente para o meu contador, que fez o recibo do ato da venda, e eu fui lá e só reconheci a firma [em cartório]”, contou Elizeu Vilela.

Apesar de ele ter assinado o recibo de venda do carro, o comprador não teria feito a transferência para o seu nome.