Cuiabá - MT | Domingo, 13 de Junho de 2021

Marcelo Chamusca é o novo técnico do Cuiabá EC

Marcelo Chamusca é o novo técnico do Cuiabá EC

Marcelo Chamusca é o novo comandante do Cuiabá EC

Menos de 24 horas após a queda do treinador Itamar Schulle, a diretoria do Cuiabá EC anunciou, na noite deste sábado, a contratação do técnico Marcelo Chamusca que estava no CRB (AL). O treinador de 53 anos, fechou com o Dourado e assume com a missão de fazer o time crescer para o resto do Campeonato Brasileiro da Série B, que terá apenas 10 rodadas pela frente.

O técnico deve iniciar os trabalhos rapidamente, já que a Série B está entrando em seus momentos decisivos. É possível que ele assuma a equipe já para o próximo desafio do Dourado, marcado para esta segunda-feira (14), diante do Sport, na Ilha do Retiro em jogo válido pela 29ª rodada da competição. O Cuiabá está na 12ª colocação, com 36 pontos.

Chamusca tem acessos importantes em seu currículo. Levou o Ceará à Brasileirão em 2017, acesso com o Guarani-SP para a Série B em 2016 e com o Salgueiro-PE para a Série C do Brasileiro em 2013. Também foi campeão cearense pelo Ceará, e campeão paraense de 2017, com o Paysandu.

TRUNFO – Marcelo Chamusca é o primeiro técnico a conseguir acesso em todas as divisões nacionais do futebol brasileiro, Salgueiro em 2013 da Série D para a Série C, Guarani em 2016 da Série C para a Série B, Ceará em 2017 da Série B para a Série A.

FICHA DO TÉCNICO MARCELO CHAMUSCA

Nome: Marcelo Augusto Oliveira Chamusca
Nascimento: 07/10/1966 (53 anos), em Salvador
Clubes: Vitória da Conquista-BA, Salgueiro-PE, Fortaleza, Atlético-GO, Sampaio Corrêa, Guarani-SP, Paysandu, Ceará, Ponte Preta, Vitória e CRB-AL.

Marcelo Augusto (Salvador, 7 de outubro de 1966), é um treinador e ex-jogador brasileiro que atuava como volante. Seu último clube foi o CRB. É irmão do também treinador Péricles Chamusca.

TODOS OS CLUBES QUE CHAMUSCA TREINOU

MAIS SOBRE MARCELO CHAMUSCA

Marcelo Chamusca é casado com Patrícia Chamusca e tem dois filhos, Marcelle e Matheus. Em 2017 dirigiu o Paysandu e depois o Ceará, conseguindo por este último, a promoção à Série A do Campeonato Brasileiro, após bela campanha na Série B. Em 20 de maio de 2018, após derrota para o Vitória por 2 x 1, o treinador foi demitido do Ceará. Chamusca comandou a equipe cearense em 63 jogos e garantiu 34 vitórias.

Em 6 de dezembro de 2018 foi anunciado como treinador do Vitória-BA, para a temporada de 2019. Dois dias antes, ele havia acertado com o Oeste-SP, mas acabou desistindo após receber uma proposta melhor do clube baiano.

O CRB foi o último clube dirigido por Chamusca

Iniciou no futebol em 1979, na base do Bahia. Antes de estrear entre os profissionais, em 1986, foi campeão baiano júnior de 1985 e 1986. No time principal, sua carreira foi meteórica, tendo durado apenas três anos. No entanto, foram suficientes para ser bicampeão do estadual com o Tricolor de Aço.

Aposentado dos gramados, se engana quem pense que Marcelo Chamusca abandou o esporte. Primeiro, ele passou por diversos clubes como auxiliar-técnico e com o tempo, ele resolveu apostar na carreira de treinador e os resultados vieram.

Com vários títulos pelas categorias de base de Bahia, Sport Recife e Vitória-BA, no profissional, além do CRB-AL (em 2004), acumula passagens por Vitória da Conquista (em 2012), Salgueiro-PE (em 2013), Fortaleza-CE (de 2014 e 2015), Atlético-GO (em 2015), Sampaio Corrêa-MA (em 2016), Guarani (em 2016) e Paysandu (em 2017).