Cuiabá - MT | Sábado, 12 de Junho de 2021

Em partida marcada pelo VAR, Cruzeiro e Fluminense empatam sem gols

Em partida marcada pelo VAR, Cruzeiro e Fluminense empatam sem gols

Cruzeiro e Fluminense ficaram no 0 a 0, na noite desta quarta-feira, no Mineirão, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O VAR (árbitro de vídeo) teve participação decisiva para anular um gol cruzeirense. O resultado mantém dramática a situação da Raposa na tabela, na antepenúltima colocação, com 21 pontos. O Tricolor carioca foi a 26, abrindo três do Z-4.

Segue a seca

Sem vencer há sete rodadas no Brasileirão – quatro derrotas e três empates -, o Cruzeiro busca desesperadamente uma vitória. Com o treinador Abel Braga, não venceu ainda, com três jogos liderados pelo novo treinador. Diante do Fluminense, era um duelo direto para a fuga do rebaixamento. Com apenas um ponto somado, a Raposa se mantém no Z-4, tendo a vitória do CSA diante do Inter como prejudicial, e a derrota do Ceará perante o Grêmio sendo resultado positivo.

Invicto há quatro jogos

Depois de frequentar o grupo dos quatro últimos colocados e se preocupar seriamente com a degola, o Fluminense está um pouco mais tranquilo na tabela. A equipe prospera a boa sequência no Brasileiro, com três vitórias, dois empates e uma derrota nos últimos seis jogos. Com Marcão no papel de treinador, está invicto há quatro jogos. Em Belo Horizonte, um resultado positivo, diante de tantos desfalques e atuando fora de casa contra um concorrente direto na parte inferior da tabela.

Primeiro tempo

Empurrado pela torcida, o Cruzeiro foi ao ataque, pressionou. E quase marcou no começo. Gilberto salvou no chute de Jadson. Na sobra, Sassá finalizou para fora. A Raposa manteve o ritmo. David exigiu boa defesa de Muriel. E parou… A intensidade da equipe foi caindo. Aos poucos, o jogo ficou equilibrado. O Fluminense assustou na bola parada, com João Pedro, completou escanteio para fora. Mas também pouco criou.

VAR em ação – parte 1

Já nos acréscimos do primeiro tempo, o árbitro Jean Pierre expulsou Yuri Lima, após o volante deixar pé em Jadson. Porém, o árbitro foi chamado pela equipe do VAR para revisar. Depois de analisar o lance, Jean Pierre retirou o cartão vermelho e deu amarelo para Yuri Lima. O árbitro retornou à cabine e observou um lance de Fred, que empurrou Ganso. O atacante do Cruzeiro recebeu o cartão amarelo.

Segundo tempo

Foram lances seguidos de perigo do Cruzeiro logo de cara. Duas vezes com Edilson, que carimbou o travessão em um chute de fora da área e, depois, cobrou falta rente à trave. E, no terceiro, Fred mandou para as redes, porém, o árbitro revisou no VAR e viu falta de Robinho na origem da jogada. O jogo ficou nervoso, com os dois times errando. O Cruzeiro teve dificuldades para conseguir finalizar as jogadas. Ameaçou com Marquinhos Gabriel, mas Muriel defendeu. O Fluminense se defendeu, mas falhou no contra-ataque.

VAR em ação – parte 2

Cruzeiro chegou a abrir o placar aos seis minutos do segundo tempo com Fred, de cabeça, em cruzamento de Egídio. O VAR, entretanto, foi novamente acionado. Jean Pierre, na cabine de revisão, viu um lance faltoso de Robinho em Gilberto, na origem da jogada. O cruzeirense acertou o rosto do tricolor com o pé, antes de a bola chegar até Egídio. O juiz anulou o gol celeste.

Agenda

A 25ª rodada do Brasileirão será disputada no próximo fim de semana. No sábado, o Fluminense recebe o Bahia, às 19h (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro. No domingo, o Cruzeiro entra em campo contra a Chapecoense, às 19h, na Arena Condá, em Chapecó.

(Globo Esporte)