Cuiabá - MT | Terca-Feira, 15 de Junho de 2021

Polícia prende casal que aplicava golpes na venda de pacotes turísticos

Polícia prende casal que aplicava golpes na venda de pacotes turísticos

Um casal acusado de aplicar diversos golpes na venda de passagens aéreas e pacotes turísticos teve o mandado de prisão cumprido, na quinta-feira (03) em uma ação integrada das Polícias Civis de Mato Grosso e Tocantins. O suspeito, W.I.S. (30 anos), e a sua esposa (40), estavam com ordens de prisões expedidas pela 4ª Vara Criminal de Cuiabá e foram localizados na cidade de Palmas (TO).

Eles são acusados de comercializar pacotes de viagem e posteriormente lesionar os clientes com suposto cancelamento das passagens. A prisão do casal aconteceu em um trabalho conjunto realizado pela Delegacia Especializada de Polinter e Capturas (Gepol), Delegacia Especializada do Consumidor (Decon), Núcleo de Inteligência da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva) e Delegacia Especializada de Investigações Criminais do Tocantins.

Os suspeitos são alvo de investigações em aproximadamente 15 inquéritos policiais instaurados na Delegacia do Consumidor. Segundo as apurações, o casal possuía uma agência de viagem em que eram oferecidos pacotes com valores um pouco abaixo ao de mercado, atraindo o interesse de diversas vítimas, em especial casais e famílias.

Depois de fechado os pacotes, os suspeitos faziam a simulação da compra e com um localizador inválido, informavam aos clientes que a emissão das passagens estava finalizada, somente próximo a viagem as vítimas descobriam que as passagens não estavam confirmadas. Em um dos casos investigados, as vítimas da mesma família chegaram a embarcar para o destino, porém os suspeitos não fizeram a reserva do hotel na cidade e nem adquiriram as passagens de volta das vítimas.

Em todos os inquéritos finalizados na Decon, o delegado representou pela prisão dos suspeitos que foram deferidas pela Justiça. Na delegacia, ainda há dois procedimentos em andamento contra o casal. Após receber informações sobre paradeiro dos suspeitos, a equipe da Polinter entrou em contato com a Polícia Civil de Tocantins que deu cumprimento aos mandados de prisão expedidos pela Justiça de Mato Grosso.

Segundo as informações, o casal estava aplicando o mesmo tipo de golpe em Tocantins, sendo realizado vários boletins de ocorrência contra o casal no Estado. Após terem as ordens judiciais cumpridas, os suspeitos passaram por exame de corpo de delito e serão encaminhados para unidades prisional da capital.