Cuiabá - MT | Quarta-Feira, 12 de Maio de 2021

Flamengo tem 3 gols anulados, sai na frente, mas toma empate do Grêmio no final

Flamengo tem 3 gols anulados, sai na frente, mas toma empate do Grêmio no final

O jogo mais esperado no ano até aqui no Brasil correspondeu a expectativa em número de gols: as redes estufaram cinco vezes na Arena do Grêmio na noite desta quarta-feira, mas o VAR anulou três, e só os de Bruno henrique e Pepê valeram. Com isso, Grêmio e Flamengo ficaram no 1 a 1 na noite desta quarta-feira, pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores. A partida de volta será no próximo dia 23, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã. O Rubro-Negro, que foi melhor em campo, carrega uma pequena vantagem pelo gol fora de casa, que dá o direito de jogar pelo 0 a 0 agora. Ao Tricolor, empate só interessa por 2 a 2 ou mais.

VAR protagonista

Não é só no Campeonato Brasileiro que a arbitragem de vídeo vem roubando os holofotes. O VAR foi determinante nos dois jogos das semifinais da Libertadores. No clássico argentina, marcou o pênalti que o River Plate converteu e abriu o caminho para o 2 a 0 sobre o Boca Juniors. E no duelo brasileiro, o Flamengo teve três gols anulados: dois por impedimento, ambos com Gabigol, e um por falta de Gabigol em Kannemann no início da jogada.

Os 90 minutos

Paulo Victor foi mal no 1º tempo, mas salvou no 2º

Paulo Victor foi mal no 1º tempo, mas salvou no 2º (Foto: Vinícius Costa/BP Filmes)

Mesmo jogando fora de casa, o Flamengo foi superior ao Grêmio e fez um primeiro tempo praticamente perfeito. Teve 66% de posse de bola, finalizou quatro vezes e criou três chances claras, contra nenhuma do Grêmio, que só assistiu o adversário atuar. Só não saiu em vantagem para o intervalo por uma bobeira de Gabigol, que empurrou Kannemann no gol de Everton Ribeiro aos 21, e por um impedimento milimétrico dois minutos depois. O Tricolor agradeceu o apito final, se acertou no vestiário e voltou melhor para a etapa final. Passou a criar, Luan começou a aparecer, e Everton Cebolinha e Matheus Henrique colocaram Diego Alves para trabalhar. E justamente em seu melhor momento sofreu o gol: Bruno Henrique recebeu cruzamento de Arrascaeta, ganhou de Galhardo e usou a cabeça para abrir o placar aos 23 minutos. O próprio Bruno teve chance de fazer o segundo, mas parou em Paulo Victor, e Gabigol marcou outra vez anulado pelo VAR. Quando a vitória rubro-negra parecia certa, Cebolinha achou Pepê na área, e ele empatou a nove minutos do fim.

Agenda

Antes do jogo decisivo no Maracanã no próximo dia 23, Grêmio e Flamengo terão cinco rodadas pela frente no Campeonato Brasileiro. O Tricolor recebe o Corinthians na Arena neste sábado, às 19h (de Brasília), e depois pega Ceará (casa), Atlético-MG (fora), Bahia (casa) e Fortaleza (fora). O Rubro-Negro, por sua vez, visita a Chapecoense neste domingo, às 11h na Arena Condá, e depois enfrenta Atlético-MG (casa), Athletico-PR (fora), Fortaleza (fora) e Fluminense (casa). (Globo Esporte)