Cuiabá - MT | Terca-Feira, 11 de Maio de 2021

PM prende dois e desmonta “central ‘’ de falsificação de documentos

PM prende dois e desmonta “central ‘’ de falsificação de documentos

Policiais Militares de Várzea Grande desarticularam uma central de confecção de documentos falsos, na tarde desta segunda – feira (30), no Bairro Água Vermelha. Foram presos R.N.V.D.S. (20 anos) e M.R.S.(46). A polícia apreendeu ainda 20 cédulas de identidade (RG), 14 carimbos, 32 fotos, mais de 41 cartões de crédito vários bancos com nomes de titulares diferentes, processos em nome de pessoas e outros documentos falsificados.

Segundo informações do boletim de ocorrência, policiais patrulhavam a região central, quando abordaram o carro Jeep Renegade conduzido por R.N.V.D.S. Os militares perceberam que outro carro de mesma marca e modelo se evadia do local e passaram a acompanhar o veículo. Os policiais também abordaram M.R.S. portando vários cartões de crédito e RGs com a foto de M.R.S. mas com nomes diferentes.

Na checagem aos dois veículos Jeep, os policiais identificaram que o carro de M.R.S. estava com a numeração do motor adulterado e com o licenciamento atrasado desde 2017. Já o carro de R.N.V.D.S. se encontrava com o contrato de locação vencida e com restrição de apropriação indébita. Constatada a ilegalidade dos veículos, o suspeito M.R.S acabou revelando aos policiais que utiliza uma residência para confeccionar documentos e cartões de créditos falsificados.

No local indicado pelo suspeito, os policiais apreenderam carimbos, fotos 3×4, mais de 22 folhas de cheques preenchidos, oito carteiras de habilitação em nome de M.R.S.; duas folhas de RG em branco, diversos envelopes com documentos e 40 processos em nome de pessoas, impressoras, notebook, processos de terras do Incra, dentre outros objetos.

Aos policiais, M.R.S. confessou que com o dinheiro adquirido com a falsificação e venda dos documentos está construindo duas casas na Rua Rio de Janeiro, Bairro Capão Grande também em Várzea Grande e que tem vários acessos a cartórios de Cuiabá e contas bancárias prime, estilo e cooperativa com altos valores de limites. Os dois homens foram presos e os documentos, cartões e objetos foram apreendidos à Polícia Civil.