Cuiabá - MT | Terca-Feira, 15 de Junho de 2021

Palmeiras vai à CBF pedir explicações após polêmica com VAR contra o Inter

Palmeiras vai à CBF pedir explicações após polêmica com VAR contra o Inter

Presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, reclamou da arbitragem do duelo com o Internacional no Beira-Rio — Foto: Marcos Ribolli

O Palmeiras vai à CBF para se posicionar oficialmente sobre a arbitragem do empate por 1 a 1 com o Internacional, neste domingo, no Beira-Rio.

Representado pelo presidente Maurício Galiotte, o Palmeiras vai entregar um documento nos próximos dias com ponderações sobre algumas situações do jogo – principalmente o gol anulado de Bruno Henrique, por conta de um toque no braço de Willian no início da jogada.

A intenção é pedir explicações à CBF sobre o uso do árbitro de vídeo; não há, por exemplo, exigência para o árbitro Bráulio da Silva Machado deixar de apitar jogos do Palmeiras.

Depois do jogo, Galiotte já havia se posicionado em entrevista na saída do Beira-Rio, pedindo critério igual em todos os jogos e dizendo que “o VAR não tem atuado em jogos do Flamengo”, hoje líder do Campeonato Brasileiro. O Palmeiras foi um dos incentivadores da implantação do árbitro de vídeo, aprovado por unanimidade pelos clubes em fevereiro passado.

Na Central do Apito da Rede Globo, o comentarista Paulo César de Oliveira concordou com a anulação do gol do Palmeiras, dizendo que houve toque no braço de Willian – mas a falta de Klaus, zagueiro do Inter, em cima do atacante alviverde deveria ter sido marcada.

Com 46 pontos na tabela, a três do Flamengo, o Palmeiras volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Atlético-MG, às 16h (de Brasília), na arena. (Globo Esporte)