Cuiabá - MT | Sábado, 08 de Maio de 2021

No primeiro jogo sem Oswaldo, Fluminense bate Grêmio e espanta a crise

No primeiro jogo sem Oswaldo, Fluminense bate Grêmio e espanta a crise

Nada como um jogo após o outro. Depois da discussão à beira do campo entre Paulo Henrique Ganso e o técnico Oswaldo de Oliveira, o Fluminense agiu rápido e demitiu o treinador. Dois dias depois, retomou o caminho das vitórias. Na tarde deste domingo, no Maracanã, fez 2 a 1 nos reservas do Grêmio pela 22ª rodada e se manteve fora da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Nenê e Caio Henrique marcaram para o Flu, enquanto Patrick diminuiu para o time gaúcho.

Olho na tabela

A vitória mantém o Flu na 16ª colocação, agora com 22 pontos, três à frente da zona de rebaixamento. O Grêmio estaciona nos 34, em sétimo, e recebe o Flamengo na quarta-feira, mas pela semifinal da Libertadores, na Arena. Pelo Brasileiro, o duelo é no próximo sábado, contra o Corinthians, às 19h, também em Porto Alegre. O Flu faz o clássico com o Botafogo no domingo, às 16h, no Nilton Santos.

Primeiro tempo

O Fluminense marcou o gol na primeira chegada ao ataque. Aos seis, Daniel tocou para Yoni González na esquerda e ele cruzou para Nenê finalizar de primeira, livre na área. O Grêmio respondeu em erro de Ganso na saída de bola, Thaciano finalizou e Muriel fez uma boa defesa. Os gaúchos criaram chances aos 20 e aos 25, com André e Thaciano. Yony também chutou cruzado, mas à esquerda de Júlio César. Aos 37, foi a vez de João Pedro assustar em cabeçada, após cruzamento de Caio Henrique.

Segundo tempo

O Flu repetiu o início de jogo e fez o segundo logo aos quatro minutos, com Caio Henrique. Aos 13, o Grêmio reclamou de dois pênaltis em toque de mão na área do Fluminense. O árbitro Caio Max Vieira conferiu o segundo lance no VAR e mandou o jogo seguir. Depois de Muriel salvar os donos da casa em chute à queima-roupa de Thaciano, o Grêmio diminuiu aos 30. Patrick se aproveitou de bobeira de Gilberto dentro da área e mandou para a rede. Aos 40, foi a vez do Fluminense pedir pênalti em dividida pelo alto de Juninho Capixaba e João Pedro. Com a ajuda do vídeo, o juiz também nada marcou. O Grêmio se jogou em busca do empate e, aos 49, Nino evitou o que seria o segundo gol gremista, ao impedir toque de Thaciano dentro da área.

Sai pra lá, crise!

A sequência do Fluminense até nem era tão negativa. Tinha uma vitória, um empate e uma derrota nos três jogos anteriores. Só que a briga entre Ganso e Oswaldo Oliveira durante o 1 a 1 com o Santos, na quinta-feira, e a invasão do CT por parte de torcedores no sábado tornou o ambiente mais que tenso. Nesta tarde, foi sofrido. Mas Nenê e Caio Henrique lavaram a alma tricolor com gols em jogadas bem trabalhadas.

Sem pênalti para o Grêmio

Aos 13 minutos do segundo tempo, o Grêmio pediu pênalti em toque de mão de Gilberto dentro da área. O lance seguiu e, na sequência, foi a vez de Yuri desviar com o braço. O árbitro Caio Max Vieira analisou no VAR somente o segundo lance. Na sua avaliação, não houve a infração.

Sem pênalti para o Flu

Aos 40 do segundo tempo, foi a vez do árbitro analisar um ataque do Fluminense. João Pedro cabeceou sobre o gol do Grêmio. Mas ele foi alertado pelos assistentes que poderia ter havido um toque de Juninho Capixaba no atacante. Novamente ao assistir às imagens, negou a infração.

FICHA TÉCNICA

Fluminense (2)
Muriel; Gilberto, Nino, Yuri e Caio Henrique; Allan, Daniel (Orinho) e Paulo Henrique Ganso; Nene (Wellington Nem), João Pedro e Yony González (Marcos Paulo). Técnico Interino: Marcão

Grêmio (1)
Júlio César; Léo Moura (Guilherme Azevedo), Paulo Miranda, Rodriguez e Juninho Capixaba; Romulo, Darlan (Patrick) e Thaciano; Luciano (Ferreira), André e Pepê. Técnico: Renato Gaúcho

Gols: Nene (6’/1T) e Caio Henrique (4’/2T)- FLU; Patrick (30’/2T) – GRE

Cartões amarelos: Paulo Miranda, Luciano, André, Guilherme Azevedo e o técnico Renato Gaúcho (GRE); Ganso (FLU)

Arbitragem: Caio Max Augusto Vieira, auxiliado por Alessandro Alvaro Rocha de Matos e Jean Marcio dos Santos.

Público: 17.791 torcedores presentes

Renda: R$ 208.325,00

(Globo Esporte)