Cuiabá - MT | Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021

Unidades de saúde são contempladas com projeto de eficientização energética em Cuiabá

Unidades de saúde são contempladas com projeto de eficientização energética em Cuiabá

A UPA Morada do Ouro, a Policlínica do Planalto e a Policlínica do Coxipó foram contempladas recentemente pelo projeto de eficientização energética da concessionária de energia da capital. As três unidades de saúde terão todas as lâmpadas substituídas por lâmpadas de LED, que são mais econômicas porque utilizam menos energia para produzir a mesma quantidade de luz do que as comuns.

As unidades também terão os aparelhos de ar condicionado trocados por aparelhos novos e mais econômicos e, além disso, serão instalados painéis de energia solar, que promoverão uma grande economia.

De acordo com o diretor de Obras da Secretaria Municipal de Saúde, Wellington Simões esse projeto das unidades de saúde tem um custo de 3 milhões de reais, mas para a Prefeitura será custo zero.

“Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) determina que as concessionárias de energia separem parte de seus recursos para investir em projetos de eficientização energética, com o objetivo de estimular práticas racionais de uso da energia. No ano passado, por orientação do prefeito Emanuel Pinheiro, fizemos um projeto para o Pronto Socorro, que também foi contemplado com lâmpadas de LED, novos aparelhos de ar condicionado e painéis de energia solar. Desta vez conseguimos aprovar o projeto para as duas Policlínicas e uma UPA. Acredito que até o fim do ano todas as implantações já estejam concluídas”, comentou Simões.

Secretário de Saúde de Cuiabá, procurador Luiz Antônio Possas de Carvalho

O diretor de Obras revelou ainda que não apenas as unidades de saúde foram contempladas pelo projeto de eficientização energética. A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos também foi contemplada com o projeto de iluminação pública e a Pasta fez a seleção das avenidas que receberão as novas luminárias.

Para o secretário municipal de Saúde, procurador Luiz Antônio Pôssas de Carvalho, este tipo de parceria é de extrema importância, pois beneficia imensamente a população cuiabana.

“O projeto do Pronto Socorro, contemplado em 2018 teve o custo de 3 milhões de reais. O custo do projeto das unidades de saúde contempladas esse ano é de 1,5 milhão de reais, e o da iluminação pública é de 3 milhões também. Então, ao todo serão 7,5 milhões em melhorias para Cuiabá, sem custo nenhum para a Prefeitura. Ações como essas são determinadas pelo prefeito Emanuel Pinheiro, visando o equilíbrio fiscal e economia dos recursos públicos”, concluiu o secretário.