Cuiabá - MT | Sexta-Feira, 07 de Maio de 2021

Athletico vira e goleia o Fortaleza no reencontro com a torcida na Baixada

Athletico vira e goleia o Fortaleza no reencontro com a torcida na Baixada

Léo Cittadini comemora gol do Athletico sobre o Fortaleza (Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo)

Na volta para Arena da Baixada após o título da Copa do Brasil, o Athletico venceu o Fortaleza por 4 a 1 na noite desta quinta-feira, pela 21ª rodada do Brasileirão. De virada, após Wellington Paulista marcar de pênalti, no começo do jogo, o Furacão teve uma atuação segurar para construir o placar. Marco Ruben e Nikão marcaram na primeira etapa, enquanto Léo Cittadini e Marcelo Cirino fecharam a goleada rubro-negra na segunda etapa.

Como fica

Com a vitória, o Athletico permanece em 9º, agora com 30 pontos – o Furacão já está garantido na Libertadores de 2020. O Fortaleza é o 15º, com 22 pontos, três acima da zona de rebaixamento.

1º tempo

Athletico x Fortaleza

Athletico x Fortaleza (Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo)

Logo no começo, o Fortaleza chegou ao gol. Após escanteio da direita, Wellington Paulista cabeceou e a bola bateu na mão de Léo Pereira. Com auxílio do VAR, a arbitragem marcou o pênalti e o atacante abriu o placar. A partir daí só deu Athletico. Em bolas aéreas, Léo Pereira e Rony assustaram. A virada aconteceu pelo lado forte atleticano: o esquerdo. No primeiro, Rony cruzou para Marcou Ruben se esticar e desviar com o pé. Depois, o atacante arrancou, passou por dois adversários na diagonal, e Cittadini rolou para Nikão chutar rasteiro e marcar.

2º tempo

Athletico x Fortaleza

Athletico x Fortaleza (Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo)

Mesmo em vantagem, o Athletico não deixou de buscar os gols. Cittadini, que já tinha assustado em chute de fora da área, marcou após aproveitar desvio de Nikão em escanteio. Madson e Bruno Guimarães quase ampliaram, enquanto apenas Wellington Paulista teve uma chance clara para o Fortaleza. Nos acréscimos ainda deu tempo de Thonny Anderson chutar na trave, e Marcelo Cirino chutar no rebote para as redes. (Globo Esporte)