Cuiabá - MT | Sábado, 12 de Junho de 2021

Andrés banca Carille no Corinthians, culpa queda por “catástrofe” e fala em ser campeão brasileiro

Andrés banca Carille no Corinthians, culpa queda por “catástrofe” e fala em ser campeão brasileiro

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians — Foto: Bruno Cassucci

O presidente Andrés Sanchez bancou a permanência do técnico Fábio Carille após a eliminação do Corinthians na semifinal da Sul-Americana, em Quito, com o empate por 2 a 2 diante do Independiente del Vale, do Equador.

Em entrevista na zona mista, o dirigente se irritou com um jornalista que questionou a situação do treinador e garantiu que ele cumprirá o seu contrato até o fim.

– Vocês reclamam quando tira treinador, agora ficam perguntando se treinador vai sair. O treinador continua o Carille, ele vai ficar aqui até o final do ano que vem, isso se ele não quiser sair antes, depende dele. Errar é do jogo, é jogador, treinador, diretoria, todo mundo tem sua parte de culpa. Fizemos um jogo catastrófico na Arena e pagamos caro – analisou o dirigente.

Na semana passada, Andrés afirmou que o Timão havia tido uma aula de futebol da equipe do Equador. Desta vez, com o empate por 2 a 2, o dirigente aprovou, pelo menos, a postura do time.

– Perdemos no primeiro jogo, fomos muito mal e ficou difícil de recuperar aqui, aqui é difícil jogar, campo muito duro, muito fofo, muito não sei o quê, mas lutamos. E o que importa é que lutou, correu, ele tiveram sorte em dois lances e fizeram dois gols – destacou.

Andrés foi perguntado sobre a entrevista de Carille na última semana, quando reclamou da falta de experiência de alguns jogadores. Mateus Vital, que se defendeu publicamente, não jogou mais.

– Treinador dá entrevista quatro vezes por semana e às vezes sai umas palavras que não é o que ele pensa na hora, mas saiu. Mas está tudo bem, todo mundo junto, torcendo, é que as pessoas às vezes não se conformam em perder e não ter crise. Faz muitos anos que não tem mais isso.

Perguntado sobre os planos para o Brasileirão, Andrés disse sonhar alto. Na quinta posição com 35 pontos, o Timão está a 13 do líder Flamengo, que tem um jogo a mais na tabela.

O Timão volta ao Brasil na madrugada de quinta-feira e, no domingo, recebe o Vasco na Arena. (Globo Esporte)