Cuiabá - MT | Terca-Feira, 15 de Junho de 2021

Licitação para climatização do Fórum de Cuiabá será no próximo mês

Licitação para climatização do Fórum de Cuiabá será no próximo mês

Pleito constante  da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), que coletou milhares de assinaturas de profissionais da advocacia, servidores do Judiciário, magistrados e cidadãos mato-grossenses em geral para a climatização do Fórum da Capital, a reforma da unidade começa a se tornar realidade em breve.

Já foi publicado no Diário Oficial do Estado o aviso de licitação para a contratação da empresa responsável pelas obras do Fórum de Cuiabá. A abertura dos envelopes será no dia 18 de outubro e o edital está disponível no site do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT).

Presidente do TJMT, o desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, explica que além da climatização, as obras incluem toda a adequação de acessibilidade e a mudança da fachada do prédio.

A partir da licitação, a empresa vencedora terá o prazo de um ano para entregar as obras. A estimativa é de que em outubro de 2020 a população mato-grossense já possa desfrutar do novo prédio.

Inaugurado em 2005, o Fórum de Cuiabá contou com um projeto que lhe rendeu prêmios. No entanto, quase 15 anos depois, a capital mais quente do país não comporta mais um ambiente sem climatização.

“Esta é uma conquista de toda a sociedade mato-grossense. Todos ganhamos com um espaço digno de trabalho e frequentado por todos os cidadãos”, destacou o presidente da OAB-MT, Leonardo Campos.

Foram meses de campanha permanente desenvolvida pela OAB-MT que, no início deste ano, entregou à atual gestão do Poder Judiciário, o abaixo-assinado da #ClimatizaJá. Desde que recebeu o documento, o TJMT tem envidado esforços para tirar o projeto do papel.

“É louvável esse trabalho que a direção do Poder Judiciário vem fazendo para melhorar a qualidade de suas estruturas físicas e, consequentemente, dos serviços prestados aos jurisdicionados. Nossos agradecimentos e apoio ao presidente Carlos Alberto por esse trabalho”, completou o presidente da OAB-MT.