Cuiabá - MT | Quinta-Feira, 21 de Outubro de 2021

Mãe e filha de MT ficam presas na Bolívia durante protesto

Mãe e filha de MT ficam presas na Bolívia durante protesto

Danielly Paola Leite Lopes e a mãe dela, Luzia Fátima Leite Silva estão presas na Bolívia há mais de três dias por protestos de moradores da região do Salar de Uyuni, o maior deserto de sal do mundo e famoso ponto turístico.

Elas são moradoras de Tangará da Serra, 242 km de Cuiabá, e estão sem abrigo e comida desde a quarta-feira (11).

Segundo Danielly, moradores da região pedem a renúncia de representantes públicos. Para isso, fizeram bloqueios e não permitem a circulação de veículos.

“Estamos aqui na mão deles, sem comida, sem água, não tem nada aberto. Ganhamos um pacote de bolacha porque ficamos dois dias sem comer”.

Elas chegaram na Bolívia na segunda-feira (2). As duas passaram por outros pontos turísticos até chegarem na cidade de Uyuni. Lá, compraram um tour de três dias pelo deserto de sal, retornando na quarta-feira (11), sob promessa de deixar a cidade em voos noturnos, o que não aconteceu.

Além de Paola e a mãe, outros dois mato-grossenses estão presos no bloqueio.

Com informações do G1MT