CUIABANO NEWS
Home Política Economia & Agro Cotidiano & Polícia Esportes Variedades Opinião & Artigos Vida & Estilo MT


TJ mantém prisão de sobrinho que matou e arrancou coração da tia



Inserido em: 10/09/2019 18:26:40

Lumar-de-B-990x556.jpg

Os desembargadores da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) negaram nesta terça-feira (10), o habeas corpus a Lumar Costa da Silva, que é apontado como o principal suspeito de matar a tia Maria Zélia da Silva e ainda arrancar o coração dela.

Fato foi registraado em 2 de julho, deste ano, em Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá). O detento agora segue preso no Centro de Ressocialização de Sorriso.

Lumar foi preso pela PM no dia do fato e passou por audiência de custódia em 3 de julho. Assim, o juiz converteu a prisão em flagrante para prisão preventiva.

O caso

O crime ocorreu na noite do dia 2 de julho em uma residência na rua Rio Negro, no bairro Vila Bela. A filha de Maria disse que ele apareceu em sua casa, no mesmo bairro, com o coração de sua mãe em uma sacola plástica, confessando o assassinato. Em seguida, furtou o veículo Citröen e fugiu. A filha disse que foi até a residência da mãe e a encontrou morta.

A PM fez buscas e prendeu o acusado depois que ele invadiu uma área da concessionária de energia e bateu o veículo em um transformador.

Em depoimento ao delegado Lumar disse que não se arrepende de ter matado a tia e confessou de forma fria o crime.

Ele disse ainda que fez uso de drogas e que teria ouvido “a voz do universo” para matar a tia. Em 17 de julho ele foi transferido do Centro de Ressocialização de Sorriso para a Penitenciária Osvaldo Florentino Leite Ferreira (conhecida como Ferrugem), em Sinop, a 503 km da capital. Ele ainda tentou enforcar um preso durante a transferência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+A -A
scroll to top