Cuiabá - MT | Domingo, 16 de Maio de 2021

Patrocinadora admite frustração e faz “promessa” ao Palmeiras

Patrocinadora admite frustração e faz “promessa” ao Palmeiras

Leila Pereira, presidente da Crefisa Foto: BRUNO ULIVIERI/O FOTOGRÁFICO / Estadão Conteúdo

Assim como milhares de torcedores mundo afora, a conselheira e patrocinadora Leila Pereira se disse muito triste pela eliminação do Palmeiras nas quartas de final da Libertadores, na última terça-feira. No entanto, ela fez uma espécie de “promessa” ao torcedor: estará sempre ao lado do clube, alegando que não deixaria de apoiá-lo porque está frustrada.

A fala de Leila acontece no mesmo dia em que Alexandre Mattos garantiu Luis Felipe Scolari como técnico da equipe para o restante da temporada. Ele tem contrato até dezembro de 2020.

“Vocês sabem que antes de ser conselheira e patrocinadora, eu sou uma torcedora como nossos milhões de torcedores ao redor do mundo. Óbvio que eu fiquei muito chateada, muito deprimida pelo que ocorreu, mas nada disso me tira a disposição e a energia de ajudar o nosso Verdão”, iniciou a presidente da Crefisa/FAM em seu Twitter oficial.

“Não esqueçam nunca: estarei sempre ao lado do Palmeiras, haja o que houver, sempre ao lado de vocês, nossos milhões de torcedores. São vocês que me estimulam”, continuou.

O Palmeiras foi eliminado na última terça-feira da Copa Libertadores pelo Grêmio, após ter vencido em Porto Alegre por 1 a 0 e perdido, de virada, por 2 a 1 no Pacaembu. Leila garantiu que após esse episódio, o alviverde sai ainda mais forte para o futuro.

“Estou sempre à disposição do Verdão para colaborar dentro do que possa fazer. Eu não tenho dúvida, e isso é um ensinamento que tiro da minha vida, todas as dificuldades que aparecem, podem ter certeza, eu saio muito mais forte. Isso que aconteceu com o Palmeiras sairemos mais fortes”, avaliou a patrocinadora.

Muito presente nas questões do clube, ela disse que não interfere em questões técnicas, mas que fará tudo que estiver ao seu alcance, assim como acredita que o próprio Palmeiras, internamente, também realizará essa avaliação para o decorrer da temporada.

“Isso não justifica eu estar desestimulada de continuar colaborando para o Palmeiras ser cada vez melhor. É óbvio que com essas intempéries da vida da gente, temos que tirar ensinamentos, ter humildade de colocar os pés no chão e refletir ‘onde eu errei?’. Eu tenho certeza que é isso que vai ser feito”, finalizou. (Terra).