Cuiabá - MT | Terca-Feira, 03 de Agosto de 2021

Muro de escola plena de MT vira aula prática sobre patrimônio da humanidade

Muro de escola plena de MT vira aula prática sobre patrimônio da humanidade

Alunos do ensino médio da Escola Estadual Plena Bertoldo Freire, localizada no município de São José dos Quatro Marcos, (a 315 quilômetros a oeste da Capital), realizaram uma aula prática da disciplina eletiva “patrimônios materiais e imateriais nacionais” de uma maneira diferente. Eles pintaram o muro da escola representando o patrimônio nacional, selecionando a ponte JK em Brasília, o Congresso Nacional e a Catedral de São Luiz de Cáceres.

Na parte imaterial, alunos pintaram também os biomas de Mato Grosso destacando a onça pintada e os ipês. A cultura do Estado foi retratada por uma viola de cocho, num trabalho organizado pela professora de História, Celina Elias Gomes Gonçalves.

“Nossos alunos desenvolveram na área de humanas uma competência e uma habilidade elencada na matriz de referência do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem): conhecer e reproduzir alguns bens tombados como patrimônio da humanidade, com intenção de enriquecer e dar vida a um dos espaços da Escola”, destaca.

A professora ressalta que com a pintura os estudantes conseguem captar a importância desses patrimônios, e assim, passa a valorizar, respeitar e divulgar a nossa identidade. “Dessa forma, este local se torna mais um ambiente agradável na Escola, com valor cultural e sentimental para cada pessoa, pois neste espaço temos uma parte da nossa história”, assinala.

A produção artística oportunizou ao estudante, leitura e conhecimento dos patrimônios da humanidade. Durante as aulas teóricas e práticas os alunos puderam conhecer e perceber a posição do Estado na preservação dos patrimônios da humanidade e questionar o descaso com os bens culturais do nosso país.

Para a estudante Elisa Cristina da Silva, do 1º ano foi um momento de grande aprendizado, principalmente na hora de pintar o Congresso Nacional no muro da escola. “O Congresso Nacional representa um dos ícones da democracia brasileira, sendo de grande representação para a população”, ressalta.

A aluna Amanda Palermo, do 3º ano, fala sobre a Catedral São Luiz de Cáceres, obra que se assemelha a catedral de Notre-Dame, localizada em Paris. “A nossa catedral, de Cáceres é um dos bens do conjunto urbanístico de Cáceres tombado como Patrimônio Cultural e Histórico Nacional. Daí a importância do trabalho da minha equipe. Com isso, aprendi e vou ajudar a cuidar dos nossos patrimônios. Foi um desafio vendo o resultado no final, pois agora além de modelo, também posso ser artista”, ressalta.