Cuiabá - MT | Sábado, 08 de Maio de 2021

Selma Arruda usou verba do Senado para promover atos de filiação ao PSL

Selma Arruda usou verba do Senado para promover atos de filiação ao PSL

Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) realiza reunião com 33 itens. Na pauta, o PLC 47/2018, que destina valores apreendidos do tráfico para a recuperação de dependentes químicos.rrEm pronunciamento, senadora Juíza Selma (PSL-MT).rrFoto: Pedro França/Agência Senado

A senadora Selma Arruda, do PSL de Mato Grosso, usou verba do Senado para participar de atos de filiação do partido no estado. A notícia foi publicada no Blog do jornalista Guilherme Amado, assinada pelo jornalista Eduardo Barretto, em que a senadora mato-grossense é chamada pelo sugestivo pronome de tratamento de “Moro de Saias”.

Clique Aqui GUILHERME AMADO

Arruda foi a três eventos partidários: em Cuiabá, Sorriso e Sinop, de 16 a 18 de agosto.

No dia 16, sexta-feira, ela e dois assessores de seu escritório parlamentar em Mato Grosso se hospedaram em Sinop. A conta do hotel para o Senado ficou em R$ 659.

No mesmo fim de semana, a Casa também bancou, na cota para exercício da atividade parlamentar, R$ 662 de combustível, R$ 94 de alimentação e R$ 1.734 com o voo da senadora de Brasília para Sinop, com escala em Cuiabá, na sexta-feira.

“Graças a Deus conseguimos muitas filiações. Eu quero agradecer a todos e dizer para vocês, ainda é tempo. Vem para o 17, vem com a gente!”, disse Arruda em um vídeo gravado no dia 17, ao lado de um boneco de Jair Bolsonaro.

Ex-juíza eleita sob forte discurso anticorrupção, conhecida como “Moro de saias”, Selma Arruda teve o mandato cassado pelo TRE estadual, por caixa dois e abuso de poder econômica. Ela recorre ao TSE para manter o mandato no Senado.

Procurada, Arruda afirmou que a viagem de fim de semana em que houve três atos de filiação do PSL “não se destinou exclusivamente aos atos de filiação do PSL, mas também a outros compromissos e reuniões de interesses parlamentares e políticos”.

(Por Eduardo Barretto)