Cuiabá - MT | Terca-Feira, 03 de Agosto de 2021

Mauro Mendes promove oito coronéis; saiba aqui quem são

Mauro Mendes promove oito coronéis; saiba aqui  quem são

O governador Mauro Mendes (DEM) assinou a promoção de oito tenentes-coronéis para o posto de coronel da Polícia Militar de Mato Grosso. Internamente, na caserna, a terminologia é “coronel fechado”, já que, na tropa, os tenentes-coronéis também recebem o mesmo pronome de tratamento: coronel.

Ascenderam ao posto de coronel da PM: Antônio Gilvando de Souza, comandante do 5º Comando Regional em Barra do Garças; André Avelino Neto, comandante da Força Tática e do 1º Comando Regional de Cuiabá; Esnaldo de Souza Moreira, comandante do Batalhão de Polícia Militar de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPMTran); e Juliano Chiroli, coordenador do Centro Integrado de Operações Aéreas de Mato Grosso (Ciopaer-MT).
Também se tornaram coronéis Eduardo Henrique Souza, chefe da Casa Militar;   Francyanne Siqueira Chaves Curvo, comandante do 11º Comando Regional da Polícia Militar em Primavera do Leste;  e ainda José Nildo Silva de Oliveira, comandante do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron).

De última hora um oitavo nome foi nomeado, supostamente  a pedido o vice-governador Otaviano Pivetta (PDT), que pediu para o tenente coronel Fernando Carneiro de Mutum para assumir a vacância do coronel Tadeu.

Os promovidos serão apresentados à tropa e à sociedade mato-grossense, nesta quinta-feira (5), a partir das 19 horas, no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, em comemoração aos 184 anos de fundação da instituição.

O evento terá como auge a   promoção de 546 policiais, além da entrega da comenda Homens do Mato para diversas personalidades, entre elas, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, e o governador Mauro Mendes.

Serão promovidos, na solenidade, 412 praças, aos postos de subtenente, sargento e cabo, e 134, ascenderão a oficiais, aos postos de tenente, capitão, major, tenente-coronel e coronel. O Comando Geral está localizado na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 6135, no bairro Novo Paraíso.

O efetivo da PM hoje é de cerca de 7,5 mil agentes. De janeiro a julho de 2019, 8.252 pessoas foram presas em ações de prevenção e repressão à criminalidade. No mesmo período, os policiais apreenderam 2,5 toneladas de drogas e 1.164 armas de fogo, recuperaram 1.433 veículos roubados e furtados e capturaram 1.141 foragidos ou que estavam com mandados de prisão em aberto.

Além das operações de combate à criminalidade, a corporação atua em projetos sociais, como o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), cuja sede passou por reforma e foi reinaugurada na segunda-feira (02.09). Desde o ano de 2000, quando foi instituído em Mato Grosso, o Proerd formou 340 mil estudantes no curso que ensina a dizer não às drogas e a prevenir outras formas de violência, como o bullying. Este ano, a PM está ministrando cursos simultaneamente em mais de 100 escolas de 60 municípios.

No total, a Polícia Militar atua em 40 projetos sociais e todo o Estado, atendendo cerca de 3 mil pessoas, entre crianças, jovens e adultos, com ensino sobre meio ambiente, prática esportiva, cultura e lazer. Em Cuiabá e Várzea Grande, crianças são destaques no esporte através dos programas ‘Judô Bope’, ‘JiuJitsu Rotam’ e ‘4º Bravo Lutas’.

Em Juara (709 km de Cuiabá) e Nova Lacerda (546 km de Cuiabá), estudantes da rede pública freqüentam os programas ‘PM Mirim’ e  ‘Guarda Mirim’, respectivamente, que têm como objetivo a prevenção à violência, valorização da vida e o ensino sobre cidadania, direitos e deveres.

“Homens do Mato”

No dia 05 de setembro de 1835, por meio da  Lei nº 30/1835, aprovada pela Assembléia Legislativa Provincial de Mato Grosso, surgia oficialmente o Corpo Policial ‘Homens do Mato’, então formado por um grupo de menos de 20 policiais. Quarenta e quatro anos depois, em 1891, o nome Polícia Militar pela apareceu primeira vez, com a nomeclatura ‘Corpo de Polícia Militar’.