Cuiabá - MT | Quinta-Feira, 16 de Setembro de 2021

“Tudo que já foi investido não pode ser colocado para trás”, avalia Emanuelzinho sobre VLT

“Tudo que já foi investido não pode ser colocado para trás”, avalia Emanuelzinho sobre VLT

O deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (PTB), defende a retomada das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), em Cuiabá e Várzea Grande. “Tudo que já foi  investido não pode ser colocado para trás”.

As obras do modal, que teria linhas no Coxipó, Centro e Aeroporto Marechal Rondon, tiveram início em junho de 2012. Os trilhos chegaram a ser colocados no trecho da avenida da FEB, porém, em dezembro de 2014 o governo suspendeu a obra.

Atualmente, três processos que tramitam no Poder Judiciário tratam sobre o VLT. A obra inicialmente orçada em R$ 1,4 bilhão está paralisada desde o final do ano de 2014, já que era para a Matriz de Responsabilidade da Copa do Mundo, mas não se tornou uma realidade e hoje provoca prejuízos para Mato Grosso e as suas principais cidades.

O deputado avalia ainda que o complexo modal teve obas feitas ás pressas nas duas cidades. “Rasgaram Cuiabá e Várzea Grande ao meio,para o VLT, e a população não pode ficar sem o transporte”.

Emanuelzinho destaca ainda que precisa de vontade política para que o modal seja finalizado. “Se houver vontade politica, o VLT será concluído. Toda emenda é bem vinda para a finalização”, disse o parlamentar.

Emanuel Neto disse que a bancada mato-grossense está ali para fazer a intermediação, e que se faz necessário uma maior proximidade com o governador Mauro Mendes e deputados estaduais, para que juntos sensibilizem o Governo Federal para garantir o investimento necessário para as obras do VLT.

”Estou a disposição para iniciar a liderança dessa caminhada em prol do VLT, em prol de Cuiabá, em prol de Várzea Grande, em prol da Baixada Cuiabana, em prol de Mato Grosso”.