Cuiabá - MT | Quinta-Feira, 21 de Outubro de 2021

Doutor Leonardo cobra conclusão de obras habitacionais da CEF em Mato Grosso

Doutor Leonardo cobra conclusão de obras habitacionais da CEF em Mato Grosso

O deputado federal Doutor Leonardo Albuquerque (Solidariedade-MT) cobrou do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, a conclusão das unidades habitacionais da Caixa Econômica em Mato Grosso, especialmente nas regiões Sudoeste e Oeste, bem como o início de novos projetos. A reivindicação foi feita durante  reunião realizada em Cuiabá, no Hotel Deville, durante a primeira visita de um presidente da Caixa a Mato Grosso.

“Cáceres precisa de cinco mil unidades para a demanda reprimida, muitos municípios da Região Sudoeste e Oeste precisam de muitas unidades para atender a população, Rondonópolis precisa dar continuidade ao seu programa”, ponderou ele, perante o comandante da CEF.
“E nós temos muitos conjuntos habitacionais parados, assim como Várzea Grande tem, Mirassol do Oeste tem, assim como Rondonópolis e outros municípios. Então seria importante termos pelo menos uma previsão para a retomada dessas obras”, destacou Doutor Leonardo, mantendo sua forte atuação social.

Para o parlamentar, a reinício das obras paradas, bem como o início de novos projetos, além de atender milhares de famílias de baixa renda, é a forma mais rápida de gerar mais empregos no país.

“A Caixa Econômica é um grande banco social de geração de empregos. Se as atividades forem retomadas, o Brasil gera um milhão de empregos com facilidade”, avaliou ele.

“A construção civil é a forma mais rápida de movimentar a economia, criar postos de serviço e aumentar a circulação de dinheiro nos municípios”, afirmou o deputado federal do Solidariedade.

O presidente da Caixa, no entanto, afirmou que depende do orçamento do Ministério da Economia e do Ministério do Desenvolvimento Econômico. Somente com verbas vindas desses ministérios o banco poderá voltar a financiar unidades habitacionais, inclusive as já iniciadas, mas paralisadas devido a falta de recursos ou mesmo por decisões equivocadas da administração pública dos municípios, do Estado e da União.

Usina de Energia Solar 

Na mesma reunião, o parlamentar participou da assinatura do contrato do financiamento de R$ 11 milhões para construção de uma usina de energia solar em Cáceres, com objetivo de atender toda rede pública municipal. O prefeito Francis Maris (PSDB) assinou o termo com a Caixa, o que poderá levar o município a pagar o financiamento em poucos anos e iniciar a venda de energia.

“Eu fico muito feliz em testemunhar a concretização deste contrato. Além de ser uma energia limpa, Cáceres vai economizar muito dinheiro público. Isso é responsabilidade com recurso público e coloca o município à frente quando se trata de produção de energia, conciliando eficiência com sustentabilidade, respeito ao nosso Pantanal e ao Cerrado”, disse Doutor Leonardo.