Cuiabá - MT | Quinta-Feira, 16 de Setembro de 2021

Delator confirma venda de produtos adulterados em postos de combustíveis de MT

Delator confirma venda de produtos adulterados em postos de combustíveis de MT

 Algumas unidades de postos de combustíveis em Cuiabá e Várzea Grande estão registradas em nome de laranjas, praticam sonegação de impostos e  vendem produtos alterados.

A acusação foi feita esta semana pelo delator Júnior Mendonça duramente depoimento para a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa que investiga indícios de renúncia fiscal e sonegação de impostos em Mato Grosso.

A CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal da Assembleia é presidida pelo deputado estadual Wilson Santos (PSDB) e iniciou os trabalhos no dia 12 de março. Ainda compõem a comissão os deputados Carlos Avallone (PSDB), vice-presidente;  Nininho Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), relator;  Max Russi (PSB) e Janaína Riva (MDB),  na condição de membros.

A CPI também investiga um grupo empresarial com atuações no ramo de processamento de soja, milho, girassol e canola suspeito de receber indevidamente incentivos fiscais nos últimos anos, em decorrência de pagamento de propinas a agentes públicos.

Na semana passada, a CPI da Sonegação convocou os secretários de Estado Rogério Gallo (Fazenda) e César Miranda (Desenvolvimento Econômico), para prestarem depoimento à  Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga indícios de renúncia fiscal e sonegação de impostos em Mato Grosso. As datas dos depoimentos ainda estão pendentes de confirmação.

(Foto: Alan Cosme / Cuiabano News)