Cuiabá - MT | Quarta-Feira, 12 de Maio de 2021

Com 11 mudanças, agosto tem recorde de trocas de técnicos nos últimos 25 meses no Brasil

Com 11 mudanças, agosto tem recorde de trocas de técnicos nos últimos 25 meses no Brasil

Agosto foi movimentado no mercado dos técnicos no Brasil. Ao todo, foram 11 trocas de comando na elite do futebol brasileiro*, a maior quantidade dos últimos 25 meses e a quinta maior da década, ao lado de março de 2013 e junho de 2016. O recorde pertence a julho de 2017, com 15 mudanças. Veja abaixo o Top-5:

Meses com mais trocas de técnicos na década

Mês / ano Nº de mudanças
1. Julho / 2017 15
2. Dezembro / 2013 13
3. Agosto / 2011 12
Maio / 2017 12
5. Março / 2013 11
Junho / 2016 11
Agosto / 2019 11

No acumulado, agosto costuma ser o mais movimentado para os treinadores da elite. Desde 2003, ocorreram 140 trocas de técnicos neste mês. Historicamente, o período coincide com jogos decisivos em competições eliminatórias, como Copa do Brasil, Libertadores e Sul-Americana.

O mês que mais se aproxima da quantidade de trocas de agosto é dezembro. Por conta do término da temporada, muitos times não renovam contrato com seus técnicos e buscam um novo comandante para o ano seguinte. No total, dezembro teve 124 mudanças desde 2003.

O ano inteiro de 2019 já contabiliza 40 trocas. A última vez que aconteceram tantas trocas no mês de agosto foi em 2011, com 12 trocas naquele ano.

As trocas

A primeira mudança foi no Figueirense. Após Hemerson Maria deixar o clube no fim de julho, Eutrópio assumiu definitivamente o time a partir do jogo contra o Coritiba, pela 15ª rodada da Série B. Pela Série A, Claudinei Oliveira foi demitido após sequência negativa de resultados, com duas goleadas sofridas para Flamengo e Palmeiras. No seu lugar, Ney Franco foi o escolhido para comandar o Esmeraldino.

Como mostra o infográfico abaixo, agosto também foi o mês com mais mudanças na temporada. O recorde era em abril, com oito trocas. O que mais movimentou esses 31 dias foi a ida de Rogério Ceni para o Cruzeiro, que ficou sem Mano Menezes após a derrota em casa para o Internacional na Copa do Brasil. Antes do ex-goleiro do São Paulo assumir o clube mineiro, Ricardo Resende foi o interino no empate com o Avaí.

Trocas de técnicos na elite do futebol brasileiro até o momento em 2019 — Foto: GloboEsporte.comTrocas de técnicos na elite do futebol brasileiro até o momento em 2019 — Foto: GloboEsporte.com

Trocas de técnicos na elite do futebol brasileiro até o momento em 2019 — Foto: GloboEsporte.com

Com a ida de Ceni para Belo Horizonte, Marconne Montenegro ficou interinamente no Leão até a chegada de Zé Ricardo. Nas últimas mudanças do mês, o Fluminense demitiu Fernando Diniz, teve Marcão como interino e contratou Oswaldo de Oliveira. Na Ponte Preta, Jorginho deixou o cargo para a volta de Gilson Kleina ao comando da Macaca oito meses após sair do clube.

O vai e vem dos comandantes em agosto:

* Clubes da pesquisa: América-MG, Atlético-MG, Athletico-PR, Avaí, Bahia, Botafogo, Ceará, Chapecoense, Corinthians, Coritiba, Cruzeiro, Figueirense, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Ponte Preta, Santos, São Paulo, Sport, Vasco e Vitória.